Início » Internacional » Polícia espanhola prende autoridades do governo da Catalunha
REFERENDO

Polícia espanhola prende autoridades do governo da Catalunha

Espanha tenta impedir o polêmico referendo de independência, que está marcado para ocorrer no início de outubro

Polícia espanhola prende autoridades do governo da Catalunha
As tensões entre Madri e Barcelona aumentaram nos últimos dias (Foto: Twitter/@raquelcodina)

O presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, acusou o governo da Espanha de suspender a autonomia da região e declarar “estado de emergência”. Policiais fizeram buscas nos prédios do governo Catalunha e prenderam 12 autoridades para tentar impedir o polêmico referendo de independência, que está marcado para o dia 1° de outubro. Josep Maria Jové, secretário de Economia da Catalunha, está entre os detidos.

A prefeita de Barcelona, Ada Colau, escreveu no Twitter: “Fazer buscas em órgãos públicos e prender autoridades é um escândalo democrático. Nós defendemos as instituições da Catalunha”.

As tensões entre Madri e Barcelona aumentaram nos últimos dias desde que o primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, vem se esforçando para garantir que o referendo de independência não aconteça em outubro.

As prisões ocorrem um dia depois da Guarda Civil confiscar documentos do referendo na cidade de Terrassa. Mais de 1,5 milhões de panfletos e pôsteres foram confiscados.

Protestantes se reuniram do lado de fora do Ministério de Assuntos Econômicos e depois o grupo, que reunia cerca de duas mil pessoas, bloquearam a Gran Via, uma das principais avenidas de Barcelona.

A Justiça e o governo espanhol dizem que o referendo é ilegal e, por isso, não deve acontecer. Há duas semanas, uma pesquisa revelou que 49,9% dos catalães são contra a independência, enquanto 41,1% são a favor.

 

Fontes:
The Guardian-Catalan president accuses Madrid of suspending region’s autonomy
Folha de S.Paulo-Polícia faz buscas em sede do governo catalão em operação contra referendo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *