Início » Internacional » Alto tribunal francês suspende proibição ao burquini em Villeneuve-Loubet
POLÊMICA NA FRANÇA

Alto tribunal francês suspende proibição ao burquini em Villeneuve-Loubet

Decisão é vinculativa e deve derrubar proibições similares em outras 30 cidades francesas

Alto tribunal francês suspende proibição ao burquini em Villeneuve-Loubet
Cerca de 30 cidades francesas proibiram a roupa de banho islâmica (Foto: Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Supremo Tribunal Administrativo da França revogou nesta sexta-feira, 26, a proibição ao burquini na cidade francesa de Villeneuve-Loubet, uma das primeiras a banir a roupa de banho das mulheres islâmicas na França. A vestimenta se tornou um símbolo das tensões entre os muçulmanos e a França secular.

Leia mais: Por trás da proibição ao burquini

A proibição foi contestada no tribunal pela Liga dos Direitos Humanos, um grupo de defesa das liberdades civis que considera a proibição uma violação dos direitos básicos da mulher. O Conselho de Estado da França deve emitir uma decisão oficial ainda nesta sexta, 26. A decisão do Conselho será vinculativa e passará a valer para todas as cerca de 30 cidades francesas que baniram o burquini.

Prefeitos de cidades costeiras que defendem a proibição citam uma preocupação com a ordem pública após os ataques extremistas islâmicos deste verão na Europa, além de considerarem que o burquini oprime as mulheres. O traje cobre a cabeça, o tronco e os membros e se assemelha às roupas de borracha usada por surfistas no frio rigoroso.

A proibição têm dividido o governo e a sociedade da França e gerado indignação no exterior, especialmente depois de imagens mostrando a polícia francesa forçando uma mulher muçulmana a despir seu burquini circularem na imprensa internacional.

Os críticos dizem que as proibições estão alimentando uma agenda política racista às vésperas da campanha para as eleições presidenciais francesas do próximo ano.

O ex-presidente Nicolas Sarkozy, que anunciou esta semana que está na disputa pela indicação do Partido Conservador, disse em um comício na noite de quinta-feira, 25,  no sul da França, que defende uma lei que proíba o burquini “em todo o território da República.”

Fontes:
France 24 - France´s top court overturns burkini ban in riviera town

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *