Início » Internacional » Polônia quer reabrir processo de extradição de Roman Polanski
ACUSADO DE ABUSO SEXUAL

Polônia quer reabrir processo de extradição de Roman Polanski

Cineasta enfrenta uma acusação de abuso sexual contra uma menina de 13 anos em 1977 nos EUA

Polônia quer reabrir processo de extradição de Roman Polanski
Em 2009, Polanski foi preso na Suíça durante pouco mais de um mês (Fonte: Reprodução/Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ministro da Justiça e procurador-geral da Polônia, Zbigniew Ziobro, informou nesta terça-feira, 31, que vai reabrir o processo para extraditar Roman Polanski para os EUA, onde o cineasta enfrenta uma acusação de abuso sexual contra uma menina de 13 anos em 1977.

O ministro vai apresentar um recurso para impugnar a decisão do Tribunal Supremo de Cracóvia, de novembro do ano passado, de não extraditar Roman Polanski aos EUA, de onde o cineasta fugiu após ter se reconhecido culpado de “relações sexuais ilegais” com uma menor.

Em 2009, Polanski foi preso na Suíça durante pouco mais de um mês. Ao aparecer em 2014 na Polônia, um novo pedido de extradição foi feito ao país, porém negado pela Justiça no ano passado.

O cineasta Roman Polanski tem cidadania francesa e polonesa e residência nos dois países.

Fontes:
G1 - Ministro da Polônia diz que vai reabrir extradição de Polanski aos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *