Início » Internacional » População chinesa da Índia está perto de desaparecer
Imigração

População chinesa da Índia está perto de desaparecer

Apenas cerca de 4 mil indianos de ascendência chinesa vivem na Índia, a metade deles na Chinatown de Calcutá

População chinesa da Índia está perto de desaparecer
O número de proprietários de restaurantes chineses na Índia está diminuindo (Reprodução/Reuters)

Comidas de rua em Calcutá não costumam incluir bolinhos de porco, no entanto a iguaria pode ser encontrada na feira Tirerri, numa parte abandonada da Chinatown antiga. Um barraqueiro, Yu-chai, conta como seus pais, que eram fazendeiros, fugiram da província de Guangdong na invasão japonesa da China. Uma idosa que se encontrava próximo, Nam Yok Chang, afirma que vendeu arroz, porco e camarão embrulhados em folhas de bambu por toda sua vida.

Logo após alvorecer cerca de dez pessoas de ascendência chinesa – dentistas, um carpinteiro, proprietários de restaurantes – se abancam em cadeiras de plástico para comer e fofocar. O número deles está diminuindo, afirmam, e o mingau à venda nas barracas não é mais o mesmo. Cada vez mais barracas são administradas por bengaleses. Chineses mais jovens emigraram para o Canadá, Austrália ou EUA. Os pais foram em seguida.

Há pequenas histórias de sucesso. Os proprietários de uma fábrica familiar de molhos afirma que os consumidores indianos gostam muito da comida oriental. O negócio vai bem o bastante a ponto de a família voltar do Canadá no ano passado a fim de expandir o negócio. As receitas são mais salgadas e apimentadas, para agradar ao paladar indiano, e a culinária “bengalesa chinesa” surgiu como um ramo próprio. Caso a minoria chinesa vá adiante, contará com um toque indiano.

Segundo uma estimativa, apenas 4 mil pessoas de ascendência chinesa agora permanecem na Índia, cerca de metade deles na Chinatown de Calcutá. Embora cerca de 175 mil turistas chineses visitam a Índia anualmente, a população chinesa da Índia está perto de desaparecer.

Fontes:
The Economist-Kings no more

1 Opinião

  1. Manfred Richter disse:

    Acho um pouco falha a menção de ‘comida oriental’ sendo que ambos os países se encontram próximos um do outro: China e Índia.
    Tanto é que o termo Gastronomia Oriental abrange as comidas: mongolesas, thailandesa, chinesa, indiana, japonesa…
    É óbvio que indianos gostam de ‘comida oriental’ sendo a comida hindu parte da gastronomia oriental.
    Creio ter sido vago o termo utilizado ‘comida oriental’ como referência apenas aos ‘olhos puxados’, e que deveria ser citada COMIDA CHINESA especificamente.
    Abraços.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *