Início » Internacional » Por que a Alemanha deve liberar o livro escrito por Hitler?
'Mein Kampf'

Por que a Alemanha deve liberar o livro escrito por Hitler?

Durante anos, o lançamento de 'Mein Kampf', de Adolf Hitler, foi alvo de uma polêmica batalha judicial. Mas mantê-lo ilegal é melhor do que permitir sua publicação?

Por que a Alemanha deve liberar o livro escrito por Hitler?
Reconhecer os erros do passado torna mais difícil repeti-los (Reprodução/Mark Pernice)

Proibido na Alemanha desde o fim da Segunda Guerra Mundial, Mein Kampf, de Adolf Hitler, se tornou um dos e-books mais vendidos da Amazon. Uma versão impressa do livro, comentada por especialistas, será lançada em 2015 na Alemanha.

Hitler escreveu Mein Kampf em 1925, quando estava na prisão por conta de um golpe de Estado mal sucedido. No livro, ele expressa seus ideais nazistas e narra trechos de sua história pessoal.

Durante anos, o lançamento do livro foi alvo de uma polêmica batalha judicial. Mas, ao contrário do que se imagina, deixar que as palavras de Hitler corram livres nas bibliotecas alemãs não será tão prejudicial.

Permitir que a nova geração de jovens alemães discuta abertamente o livro de Hitler traz mais benefícios do que mantê-lo nas sombras da ilegalidade. A aura de tabu criada em torno do livro impede que a Alemanha encare seu passado e os erros cometidos pelo nazismo.

A população alemã tem um grande apreço por livros e pelo debate de ideias. Com o lançamento de Mein Kampf espera-se iniciar intensos debates sobre como pais e avós deixaram-se enganar pelos fundamentos da ideologia nazista.

Reconhecer os erros do passado torna mais difícil repeti-los. Assim, o debate visa aprofundar a política pacifista adotada pela Alemanha após a Segunda Guerra.

Em 1959, Theodor Heuss, primeiro presidente da Alemanha Ocidental após a Segunda Guerra, recomendou a publicação de Mein Kampf como um alerta, uma lição sobre os equívocos do nazismo. Na época, o país ainda não estava pronto para confrontar sua própria história e a proposta de Heuss foi ignorada.

Agora, após 55 anos e dez presidentes, a Alemanha finalmente está inclinada a aceitar a boa proposta de Heuss.

Fontes:
The New York Times-Should Germans Read ‘Mein Kampf’?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Mein Kampf é uma obra muito interessante, recomendo a leitura prévia de Hegel, Marx e Nietzsche.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *