Início » Internacional » Por que a França é um alvo vulnerável?
TERRORISMO

Por que a França é um alvo vulnerável?

Cultura política intolerante e sistemas de segurança precários são parte do problema

Por que a França é um alvo vulnerável?
A Europa já exportou mais de cinco mil combatentes que queriam lutar pelo Isis e por outros grupos jihadistas no Iraque e na Síria. Mais de 900 deles vieram da França (Foto: Pixabay)

A França celebra seus ideais de liberdade, igualdade e fraternidade no dia da Queda da Bastilha, 14 de julho, mas as comemorações deste ano ficarão marcadas como as mais tristes da história do país.Pelo menos 84 pessoas morreram no ataque da última quinta-feira, 14, em Nice, no sul do país.

A questão do terrorismo é um problema presente em toda a Europa, mas ultimamente a França tem sido um alvo recorrente. Uma das razões são as vitórias, atribuídas a soldados franceses, contra os combatentes do Estado Islâmico no Oriente Médio.

A  cultura política da França também é um dos problemas. Além de um grande número de jovens desempregados, um terreno fértil para a radicalização, ainda há a questão dos programas laicos, que proíbem, por exemplo, que uma menina muçulmana use seu véu na escola, o que muitos muçulmanos consideram uma ofensa contra sua religião.

Pouco mais de uma semana antes do ataque, o Parlamento francês divulgou um relatório explicando sua versão para a França ser um alvo de ataques. O país tem dificuldade de integrar imigrantes do Norte da África. Além disso, suspeitos não são investigados como deveriam e não por falta de recursos. Segundo o relatório, os serviços de segurança poderiam interceptar a comunicação de 2.700 pessoas, só que o real monitoramento nunca alcançou este número. A França já evitou nove ataques terroristas desde o início de 2005, a partir de monitoramento de suspeitos com possíveis ligações com o Estado Islâmico. No entanto, o país deixou passar outros casos. A burocracia neste tipo de caso está em estado permanente de reforma.

Segundo dados, 60% dos presos franceses são muçulmanos, o que já demonstra um problema de integração. Jovens com antecedentes criminais são ótimos para serem radicalizados. Mesmo assim, o governo não tem um sistema para monitorar estes grupos de risco. Foi por isso que o país deixou passar o responsável pelo ataque da última quinta-feira, que já tinha antecedentes criminais, apesar de nunca ter sido investigado em relação a possíveis conexões terroristas.

Fontes:
Slate-Ataque em Nice foi o quarto grande atentado na Europa nos últimos oito meses
Agênca Brasil-Questões sociais e políticas fazem da França alvo de atentados
Bloomberg-Why Terrorists Keep Succeeding in France

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. jorge disse:

    É impressionante a capacidade de inverter os fatos e realidades. O autor do texto acredita que rabo balança o cão, que o Brie come o paisano. O problema é exatamente o excesso de tolerância, a tolerância ao intolerável pregada pelas ideologias ditas progressistas.

  2. Markut disse:

    A esta altura, na imensa dificuldade de poder entender o que se passa, talvez reste a esperança de apelar para o surpreendente diagnóstico, deste historiador britânico que pura e simplesmente, engloba tudo numa ousada afirmação : “A decadência do mundo ocidental”:
    Niall Ferguson , em “A Grande Degeneração”.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *