Início » Internacional » Por que o Facebook pagou tão caro pelo WhatsApp?
Busca pelo domínio

Por que o Facebook pagou tão caro pelo WhatsApp?

Uma análise mais profunda mostra que Mark Zuckerberg, dono do Facebook, tem uma estratégia clara por trás da dispendiosa compra

Por que o Facebook pagou tão caro pelo WhatsApp?
Aplicativos de mensagens instantâneas se espalham cada vez mais rápido entre usuários de smartphones (Reprodução/Getty)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Na última segunda-feira, 19, o Facebook comprou o WhatsApp por um total US$ 16 bilhões, valor que pode chegar a US$ 19 bilhões com o pagamento de ações. É o maior valor pago por uma empresa de tecnologia para adquirir um aplicativo. O preço da compra surpreendeu até mesmo os veteranos do Vale do Silício, acostumados à disputa pelo domínio do mercado de comunicações na internet.

Leia mais: Facebook compra WhatsApp por US$16 bilhões

Contudo uma análise mais profunda mostra que Mark Zuckerberg, dono do Facebook, tem uma estratégia clara por trás da dispendiosa compra.

Em primeiro lugar, aplicativos de mensagens instantâneas se espalham cada vez mais rápido entre usuários de smartphones. O próprio Zuckerberg anunciou que o WhatsApp tem atualmente 450 milhões de usuários no mundo. O aplicativo atingiu essa marca muito mais rápido que outras redes sociais, como Twitter e Facebook (veja o gráfico ao lado).

Ele também tem o poder de “viciar usuários”: 72% deles dizem estar online no aplicativo todos os dias. Além disso, a natureza viral do WhatsApp fez com que ele ganhasse notoriedade sem gastar nenhum centavo com publicidade.

Outro fator importante é o baixo custo para manter o aplicativo. A ascensão da computação em nuvem permitiu a empresas iniciantes ampliar de forma vasta e barata suas capacidades de processamento. O WhatsApp, por exemplo, tem apenas 32 engenheiros de software. Em média, cada um deles é responsável por 14 milhões usuários.

O sucesso do WhatsApp reflete em vários aspectos a mesma fórmula do sucesso do Facebook, que apareceu de repente e dominou o universo das redes sociais. Contudo, pesquisas sugerem que o Facebook tem perdido o interesse dos usuários, especialmente entre os mais jovens. Talvez esse seja o motivo pelo qual Zuckerberg desembolsou uma quantia exorbitante para adquirir um aplicativo que pode vir a ofuscar sua própria criação. O valor pago pelo WhatsApp faz sentido, contanto que ele continue a aumentar o número de usuários em 1 milhão por dia.

Fontes:
The Economist-Getting the messages

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Vera disse:

    Por isso não coloco muitas informações no face…
    Antes me sentia a vontade, agora aos poucos tendo me sentido “controlada”

  2. Carlos U Pozzobon disse:

    Nunca saberemos o certo, isto é, se o negócio valeu a pena. Aquisições bilionárias são muitas vezes feitas sob suspeita do mercado de que elas não valem o valor pago. O Google, dominando uma parte substancial do mercado de celulares através do Android, poderia lançar o seu próprio rival do WhatsApp e só depois de fracassar se voltar para o próprio. Nada garante que o WhatsApp entre em obsolescência com o aparecimento de um terceiro que se converte em febre dos usuários. As grandes empresas não gostam de confessar seus erros. Preferem trocar diretores. A recente mudança na Microsoft indica que as aquisições do Skype ou da Nokia pode não ter sido um bom negócio.

  3. Luis Barati Silva disse:

    Pala mesma razão que os ricos compram coisas caras: para enviar uma mensagem de poder ao mercado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *