Início » Internacional » Pouco tempo de exercício já ajuda na felicidade
BEM-ESTAR

Pouco tempo de exercício já ajuda na felicidade

Quem se exercita por pelo menos 10 minutos diários tende a ser mais alegre do que aqueles que nunca realizam atividade física

Pouco tempo de exercício já ajuda na felicidade
A ideia de que exercício físico afeta o humor não é nova (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Mesmo dez minutos de exercício físico podem trazer benefícios para sua felicidade. Segundo uma nova revisão de estudos sobre bom humor e atividade física, pessoas que se exercitam pelo menos uma vez por semana ou por 10 minutos diários tendem a ser mais alegres do que aquelas que nunca se exercitam. Além disso, qualquer tipo de exercício é válido.

A ideia de que exercício físico afeta o humor não é nova. Muitas pessoas provavelmente já disseram que se sentiram menos irritadas ou mais relaxadas depois de correr ou de ir à academia. Além disso, vários estudos anteriores já mostraram que pessoas ativas fisicamente têm menos chances de desenvolver depressão e ansiedade do que pessoas que raramente se exercitam. Só que as pesquisas focavam na relação entre exercícios e problemas psicológicos como depressão e ansiedade. Poucos estudos anteriores relacionavam a atividade física com emoções otimistas, especialmente em pessoas que já estavam saudáveis psicologicamente. Por isso, na nova revisão de estudos, publicada no Journal of Happiness Studies, pesquisadores da Universidade de Michigan decidiram agregar e analisar vários estudos sobre exercícios físicos e felicidade.

Eles começaram combinando dados de pesquisa de estudos relevantes. A maioria deles era observacional, logo, os cientistas apenas observaram um grupo de pessoas e perguntaram o quanto eles tinham se exercitado e o quão feliz eles estavam. Poucos dos estudos analisados eram experimentais, nos quais as pessoas se exercitavam e os pesquisadores mediam sua felicidade antes e depois dos exercícios.

Juntando todas as pesquisas, o total de participantes era maior que 500 mil. A idade, a raça e o grupo socioeconômico variavam. Na maioria dos estudos, os pesquisadores perceberam que os exercícios estavam fortemente ligados com a felicidade. “Cada um dos que participaram dos estudos observacionais mostrou uma relação de benefício entre ser fisicamente ativo e estar feliz”, diz Weiyun Chen, uma das pesquisadoras.

O tipo de exercício não pareceu fazer diferença. Em vários estudos, pessoas que se exercitavam uma vez ou duas vezes por semana diziam estar muito mais felizes do que aqueles que nunca se exercitavam. Apesar de 10 minutos de exercício já fazer a diferença na felicidade, mais tempo geralmente contribui mais para o sentimento. Segundo Chen, se as pessoas se exercitassem pelo menos 30 na maioria dos dias, elas teriam 30% a mais de chance de estarem felizes do que aqueles que não fizeram exercícios.

Mas como a maioria dos estudos revisado era observacional, não foi possível estabelecer se o exercício causa mudanças diretamente na felicidade ou se as duas coisas acontecem juntas frequentemente. Pessoas felizes podem estar mais propensas a se exercitar e continuar se exercitando do que aquelas tristes. Neste caso, o exercício não ajudaria a pessoa a ficar feliz, mas a felicidade a ajudaria a se manter exercitando. Algumas questões ainda ficaram em aberto como de que maneira o exercício físico pode influenciar a felicidade. Mas Chen espera que futuros experimentos ajudem a entender as outras questões.

Fontes:
The New York Times-Even a Little Exercise Might Make Us Happier

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *