Início » Internacional » Presidente chinês anuncia corte de 300 mil soldados do exército
Internacional

Presidente chinês anuncia corte de 300 mil soldados do exército

Anúncio faz parte do processo de modernização das forças armadas, que será mantido apesar da desaceleração da economia chinesa

Presidente chinês anuncia corte de 300 mil soldados do exército
Desafio do governo será arrumar emprego para os soldados que ficaram sem emprego (Foto: Wikimedia)

O presidente da China, Xi Jinping, anunciou nesta quinta-feira, 3, que irá reduzir em 300 mil o número de militares do país. A declaração foi feita na parada militar que marcou os 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial, para apresentar o Exército de Libertação de Pessoas como uma força de paz e estabilidade regional.

O exército chinês conta com mais de 2 milhões de oficiais e o presidente da China iniciou uma acelerada modernização das forças armadas. A maior parte dos gastos deve ser transferida das tropas terrestres para as forças da aeronáutica e da marinha, que necessitam de menos pessoas, porém com muito mais tempo de treino.

Discursando em frente à Praça da Paz Celestial, em Pequim, Jinping descreveu o corte como um gesto de paz, na medida em que os vizinhos da China estão cada vez mais preocupados em relação às disputas territoriais no Mar da China. De acordo com a agência de notícias estatal China News Service, o exército chinês passará a contar com dois milhões de membros após os cortes.

Ao anunciar o corte, o maior nos últimos 20 anos, Jinping sinalizou sua determinação em seguir com sua agenda de reestruturação militar, apesar da redução no ritmo de crescimento da economia chinesa. O governo será pressionado a criar empregos para os soldados dispensados, muitos deles com habilidades limitadas.

Apesar do anúncio, a parada, que começou logo após o fim do discurso presidencial, pareceu ser uma tentativa do Partido Comunista chinês de divulgar a evolução do poder militar do país para a audiência de todo o planeta. Alguns observadores externos viram como uma demonstração da postura assertiva da China em relação às disputas territoriais deflagradas na região.

Fontes:
NY Times-China Announces Cuts of 300,000 Troops at Military Parade Showing Its Might

1 Opinião

  1. Carlos U Pozzobon disse:

    Por aqui não se corta nem o cafezinho….

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *