Início » Internacional » Presidente chinês presenteia Fidel Castro com busto de bronze
encontro diplomático

Presidente chinês presenteia Fidel Castro com busto de bronze

Durante o encontro, Fidel e o presidente chinês, Xi Jinping, conversaram a respeito da crescente e ampla cooperação entre Cuba e China

Presidente chinês presenteia Fidel Castro com busto de bronze
O presidente chinês presenteou o líder da revolução cubana com um busto em bronze (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Fidel Castro recebeu na última terça-feira, 23, o presidente chinês, Xi Jinping, em Havana. O encontro tratou das pesquisas e estudos realizados para multiplicar a produção de alimentos em Cuba.

De acordo com informações oficiais divulgadas em Havana, Fidel e Jinping tiveram um diálogo tranquilo a respeito da crescente e ampla cooperação entre Cuba e China, e o resultado do experimento no cultivo de plantas para a alimentação humana e animal. Fidel explicou a Jinping que os resultados das pesquisas podem trazer a real possibilidade de multiplicar a produção de alimentos com alta qualidade e demanda internacional.

Os chefes de Estado também falaram sobre a declaração adotada pelos países do Brics ( Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) na cúpula realizada no dia 15 de julho, em Fortaleza, e a viagem que Jinping fez pela América Latina nos últimos dias.

Durante o encontro, o presidente chinês presenteou o líder da revolução cubana com um busto em bronze, de 175 quilos com a imagem do jovem Fidel Castro.

Fontes:
Folha-Presidente chinês dá busto de bronze a Fidel Castro durante encontro em Cuba

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Samuel Reis disse:

    Louvável a postura da liderança chinesa quanto ao reconhecimento dessa personalidade histórica que tão bem defendeu as conquistas cubanas. Bom ressaltar que nos dias atuais, especialmente por conta do esgotamento do modelo vigente, o mundo carece de pessoas comprometidas com o bem estar social. Porque as crises recentes, evidentemente desencadeadas pela globalização, último estágio do capitalismo imperialista, resultam somente em perdas para o trabalhador. Mesmo diante das sanções econômicas impostas em particular pelos Estados Unidos a ilha de Cuba conseguiu manter as conquistas sociais da revolução. Por sinal nenhum país latino americano ainda conseguiu atingir os índices cubanos de educação e saúde. O contraditório sim é verdadeiro, pois na contramão do social a maioria dos países ocidentais corroboram para com o enrriquecimento de alguns privilegiados, enquanto que a classe trabalhadora padece do essencial.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *