Início » Internacional » Presidente da Colômbia suspende tratado de paz com as FARC
Paz na Colômbia

Presidente da Colômbia suspende tratado de paz com as FARC

Sequestro de general foi o estopim para que o presidente Juan Manuel Santos tomasse a atitude de suspender as negociações de paz, que começaram há dois anos

Presidente da Colômbia suspende tratado de paz com as FARC
Juan Manuel Santos durante o anúncio da suspensão. Haveria uma nova rodada de negociações em dois dias (Reprodução/Reuters)

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou a suspensão das negociações de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). O sequestro do general brigadeiro Rubén Alzate, comandante da Força de Tarefa Titán do Exército, foi o estopim para a suspensão. Os tratados de paz começaram há dois anos, em Cuba. O presidente colombiano já deu ordens ao exército de fazer o necessário para resgatar o general e pediu esclarecimento do motivo pelo qual ele usava trajes civis em uma zona de conflito quando foi sequestrado.

“Foi suspensa a negociação com as Farc até que sejam esclarecidos os fatos do sequestro do general Álzate“, destacou em sua conta no Twitter o ministério de Defesa da Colômbia.

O presidente Santos e os líderes das FARC iniciram as conversas pelo cessar-fogo há dois anos, em Havana. O objetivo era acabar com o conflito, que já dura mais de 50 anos. O presidente fez o anúncio após uma reunião de emergência com a cúpula dos militares.

Segundo o governo, junto do general estavam o cabo Jorge Rodríguez Contreras e a advogada Gloria Urrego, coordenadora de Projetos Especiais da Força Tarefa. Ambos também foram sequestrados. Os três faziam um deslocamento civil para supervisionar um projeto energético.

“É um sequestro totalmente inaceitável. Já temos informação que nos dá certeza de que foram as Farc”, afirmou o presidente. Santos colocou a responsabilidade da vida dos três reféns nas mãos das FARC e exigiu a libertação imediata deles.

Santos entrou em contato direto com as famílias dos sequestrados de garantiu que o governo colombiano está fazendo de tudo para garantir a libertação deles em segurança. A suspensão ocorre dois dias antes da data em que o presidente disse que faria um importante anúncio sobre os tratados de paz com os guerrilheiros.

As FARC são a mais antiga guerrilha da América do Sul, contam, oficialmente, com 8 mil combatentes, a maior parte deles nas zonas rurais do país. Desde o início do tratado de cessar-fogo, o grupo se comprometeu a não sequestrar mais civis, mas policiais e militares são considerados prisioneiros de guerra.

As buscas na região começaram no último domingo, 16. O fato de ser uma zona de risco faz com que os militares investiguem por que Alzate se transportou em trajes civis e sem segurança, o que foge aos protocolos. O presidente do Comitê de Paz do Congresso, o senador Roy Barreras, afirmou que o general colocou em risco a sua vida e o processo de paz na Colômbia.

Fontes:
O Globo-Presidente da Colômbia suspende diálogos de paz com as Farc

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *