Início » Internacional » Presidente da Interpol desaparece após viajar para a China
POLÍCIA INTERNACIONAL

Presidente da Interpol desaparece após viajar para a China

Meng Hongwei desapareceu no último sábado, 29, quando viajou para a China. Fonte diz a jornal que ele foi levado por autoridades chinesas

Presidente da Interpol desaparece após viajar para a China
França, onde a Interpol tem sede, abriu investigação sobre o caso (Foto: Interpol)

O presidente da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), o chinês Meng Hongwei, está desaparecido. A denúncia foi feita pela esposa de Hongwei, que informou à polícia que não tem contato com o marido desde o último sábado, 29.

Por isso, as autoridades da França, onde a Interpol tem sede, informaram, nesta sexta-feira, 5, que já iniciaram as investigações para saber sobre o paradeiro de Hongwei. O presidente da Interpol teria viajado para a China, seu país natal, na semana passada.

Segundo o New York Times, o jornal South China Morning Post, que é publicado em Hong Kong, revelou que uma fonte disse que Hongwei foi levado por autoridades chinesas assim que chegou à China. Por isso, existe a possibilidade de que o presidente da Interpol esteja sendo investigado pela agência anticorrupção do país.

A Interpol falou pouco sobre o caso. Através de um comunicado, a polícia internacional apenas disse que estava “ciente dos relatos” sobre o “suposto desaparecimento” de Hongwei. “Esta é uma questão para as autoridades relevantes na França e na China”, dizia o comunicado, afirmando ainda que não faria novos comentários sobre o caso.

Meng Hongwei foi eleito presidente da Interpol em 2016, com o seu mandato terminando em 2020. Ele divide o comando do órgão com o secretário-geral Jürgen Stock. Por não precisar trabalhar exclusivamente com a polícia internacional, Hongwei se mantém como vice-ministro de Segurança Pública do governo chinês.

Apesar disso, existe a possibilidade da relação de Hongwei com o governo chinês não estar boa. Mesmo sendo exaltado quando assumiu a presidência da Interpol, o Ministério de Segurança Pública da China informou que Hongwei não fazia mais parte do comitê do Partido Comunista. Mesmo assim, a mídia oficial chinesa não fez nenhuma acusação contra o vice-ministro.

 

Leia também: Como funciona a Interpol?

Fontes:
The New York Times-France Investigates Reports Interpol President Is Missing in China
G1-França investiga se presidente da Interpol está desaparecido

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *