Início » Internacional » Presidente diz que rebeldes retiraram armas pesadas do Leste da Ucrânia
Cessar-fogo na Ucrânia

Presidente diz que rebeldes retiraram armas pesadas do Leste da Ucrânia

O acordo de cessar-fogo, assinado em Minsk, na Bielorússia, pode estar fragilizado

Presidente diz que rebeldes retiraram armas pesadas do Leste da Ucrânia
Enquanto o governo ucraniano acusa os rebeldes de continuarem atacando, os separatistas negam a acusação (Reprodução/Sergei Sipinsky/AFP)

Na última segunda-feira, 9, o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, afirmou que os rebeldes pró-Rússia retiraram uma quantidade significativa de armas pesadas do Leste do país. Desta forma, eles estariam cumprindo os termos de um cessar-fogo combinado há três semanas.

Leia mais: Ucrânia registra 11 mortes horas após acordo de cessar-fogo em Minsk
Leia mais: Líderes europeus anunciam acordo de cessar-fogo na Ucrânia
Leia mais: Conflito na Ucrânia revive momentos de tensão da Guerra Fria

Apesar de os ataques na região terem diminuído significativamente, acusações de atos de violência de ambos os lados mostram a fragilidade do acordo, que prevê a retirada de armas pesadas da linha do Leste da Ucrânia.

“Ou há um cessar-fogo, ou não há. Depende da visão de cada um. Podemos dizer que conseguimos deter a ofensiva dos agressores. A Ucrânia retirou boa parte de seu sistema de foguetes e de artilharia pesada”, disse Poroshenko, em uma entrevista televisionada.

Enquanto o governo ucraniano acusa os rebeldes de continuarem atacando e de usarem a trégua para reagrupar e reabastecer suas forças para uma nova ofensiva, os separatistas negam as acusações. Desde o início do conflito, em abril de 2014, ao menos seis mil pessoas já morreram.

 

Fontes:
O Globo-Rebeldes retiraram armas pesadas do Leste da Ucrânia, diz Poroshenko

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *