Início » Internacional » Presidente do Iêmen renuncia
Desgovernado

Presidente do Iêmen renuncia

Iêmen enfrenta impasse entre o governo e o movimento xiita houthi

Presidente do Iêmen renuncia
Abdo Rabbo Mansour Hadi apresentou sua renúncia à Presidência nesta quinta-feira, 22 (Reprodução/REUTERS/Khaled Abdullah/Files)

Dois dias após a tomada do palácio presidencial iemenita por rebeldes xiitas, o presidente do Iêmen, Abdo Rabbo Mansour Hadi, renunciuou ao cargo. A renúncia veio pouco depois do anúncio de que o primeiro-ministro Khaled Bahah havia deixado o cargo. Bahah denunciou que o país está “em um beco sem saída”. A situação acontece por conta de um impasse entre Hadi e o poderoso movimento xiita houthi do Iêmen. Rebeldes armados estavam em posição do lado de fora da residência do presidente. O Iêmen é um dos países mais instáveis da Península Árabe e abriga uma das facções mais perigosas da Al-Quaeda.

Segundo um comunicado divulgado pelo porta-voz do Executivo, Rayeh Badi, a renúncia de Bahah, que foi nomeado no último dia 13 de outubro, representa também a renúncia em bloco de todos os membros do governo iemenita.

O líder do houthi aceitou a renúncia do presidente, mas o parlamento iemenita, não, segundo o canal de notícias Al Arabiya.

Os houthis e o presidente do país chegaram, na última quarta-feira, 21,  a um acordo de cessar-fogo com o qual pretendem pôr fim a uma crise que arrastava o país rumo a um eventual conflito armado. Pelo menos 18 pessoas morreram e outras 96 ficaram feridas nos enfrentamentos, que ocorreram esta semana, entre combatentes rebeldes e forças governamentais, em Sana.

Os combatentes xiitas tomaram o controle nos últimos meses de sete províncias do Iêmen, incluindo sua capital, onde a tensão aumentou esta semana com o ataque às sedes presidenciais.

Fontes:
RT-Yemeni president resigns after standoff with Shia rebels – reports
R7-Presidente e primeiro-ministro do Iêmen renunciam aos cargos, diz fonte do governo

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *