Início » Internacional » Presidente do Paraguai desiste da renúncia
ELEITO SENADOR

Presidente do Paraguai desiste da renúncia

Horacio Cartes anuncia que desistiu da renúncia, um mês após anunciar que deixaria a presidência para assumir o cargo de senador

Presidente do Paraguai desiste da renúncia
Desistência ocorre porque o Senado se recusou a analisar a renúncia de Cartes (Foto: Flickr/AgenciaAndes)

O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, desistiu de renunciar ao cargo, um mês após anunciar que deixaria a presidência para assumir o posto de senador.

Cartes foi eleito senador nas eleições de 22 de abril, se tornando o candidato mais votado para o Senado paraguaio. A Constituição do Paraguai determina que ex-presidentes podem assumir como senadores vitalícios, com voz, mas sem voto. No entanto, ela proíbe que os dois cargos sejam ostentados ao mesmo tempo.

Para facilitar sua posse no Senado, Cartes anunciou sua renúncia à presidência em 30 de maio. Porém, a oposição e alguns parlamentares da própria legenda de Cartes, o Partido Colorado, se negaram a analisar a renúncia. Diante disso, Cartes, que ficará apenas mais dois meses na presidência antes de ser substituído pelo presidente eleito Mario Abdo Benítez, anunciou que desistiu de deixar o cargo.

“Vejo com grande pesar que alguns legisladores não desejam que se cumpra a vontade popular de 22 de abril, por isso retiro minha renúncia. […] Lamento que entre os colorados não tenhamos conseguido chegar com uma bancada unida ao próximo período”, escreveu Cartes em sua conta no Twitter.

Atualmente, o único ex-presidente paraguaio a exercer o cargo de Senador ativo é Fernando Lugo. Porém, isso somente foi possível porque ele foi deposto em 2012, um ano e dois meses antes de completar seu mandato.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *