Início » Internacional » Primeiro de Maio em Paris termina com 200 prisões
VIOLÊNCIA

Primeiro de Maio em Paris termina com 200 prisões

Segundo a polícia, um grupo de mais de 1,2 mil ‘black blocs’ se infiltrou nas manifestações, causando confronto

Primeiro de Maio em Paris termina com 200 prisões
'Black blocs' lançaram pedras, rojões e bombas de fabricação caseira contra os agentes (Foto: Twitter/@th1an1 )

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Dia do Trabalho foi marcado por violência e confronto na França. Na última terça-feira, 1º, os tradicionais protestos nas ruas de Paris acabaram com pelo menos 200 presos, várias vitrines quebradas, além de um carro e um ponto de ônibus incendiados.

A Confederação-Geral do Trabalho (CGT) foi quem convocou a marcha, que reuniu cerca de 34,5 mil pessoas, segundo a polícia, e 55 mil, segundo os organizadores. No entanto, um grupo de mais de 1,2 mil mascarados e encapuzados se infiltrou nos protestos, causando confusão.

Vitrine de restaurante foi quebrada em Paris (Foto: Twitter/@th1an1)

A polícia afirma que grupos haviam lançado um alerta nas redes sociais, avisando que a data seria um “dia infernal” e que pretendiam atacar os “símbolos do capitalismo”. Pelo menos um restaurante e um stand de carros ficaram danificados, depois de atingidos com latas de lixo, coquetéis molotov e objetos incendiários.

De acordo com a imprensa francesa, os “black blocs” lançaram pedras, rojões e bombas de fabricação caseira contra os agentes. A polícia, por sua vez, usou bombas de gás lacrimogênio e canhões de água. A marcha era vigiada por 1,5 mil agentes e militares.

A CGT também condenou a violência. No país inteiro, estima-se que 210 mil pessoas participaram de atos no Dia do Trabalho. A França já vive um momento tenso com a reforma trabalhista de Emmanuel Macron.

Fontes:
DW-Primeiro de Maio tem mais de 200 detidos em Paris
RFI-Violência marca manifestação de 1° de maio em Paris
Observador-1º de Maio: Confrontos em França e na Turquia com milhões na rua por todo mundo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *