Início » Economia » Projeção de população muçulmana deve alcançar a de cristãos até 2050
População

Projeção de população muçulmana deve alcançar a de cristãos até 2050

Previsão mostra que número de mulçumanos vai quase se igualar ao de cristãos em todo o mundo

Projeção de população muçulmana deve alcançar a de cristãos até 2050
Estudo sugere que o crescimento excepcional do Islã, assim como o aumento de quem não está ligado a nenhuma religião, está prestes a alterar o balanço histórico religioso da Europa, dos Estados Unidos e da África (Reprodução/Internet)

A população muçulmana está crescendo tão rápido que até 2050, o número de muçulmanos vai ser quase igual ao de cristãos em todo o mundo, possivelmente pela primeira vez na história.

A nova previsão faz parte de um estudo sobre população religiosa do apartidário Pew Research Center que projeta mudanças demográficas significativas no cenário mundial religioso.

A maioria das religiões, inclusive o Cristianismo, vai observar um crescimento no número de fiéis. Mas o estudo sugere que o crescimento excepcional do Islã, assim como o aumento de quem não está ligado a nenhuma religião, está prestes a alterar o balanço histórico religioso da Europa, dos Estados Unidos e da África nas próximas quatro décadas.

Os Estados Unidos continuarão com uma nação majoritariamente formada por cristãos, apesar de que seja esperado que o número de pessoas que se identificam como cristãos caia de mais de três quartos da população para dois terços, diz o estudo. Os cristãos vão continuar sendo um grande grupo ou até mesmo o maior grupo em países como França, Reino Unido e Austrália, mas eles deixarão de ser a maioria. Muitos países europeus vão ter um aumento no número de pessoas que não estão ligadas a nenhuma religião, bem como uma quase duplicação dos muçulmanos na população europeia, de 5,9% para 10%.

O estudo leva em consideração os efeitos da migração, da conversão e da idade da população religiosa, mas “a fertilidade é o fator mais importante para esses resultados”, disse Conrad Hackett, um demógrafo do estudo.

Muçulmanos têm uma media de 3,1 crianças por mulher, a maior taxa nos grupos religiosos, segundo ele. Os cristãos são os segundos com uma média de 2,7. Já os hindus e os judeus têm uma média de 2,4 e 2,3, respectivamente.

As projeções vêm junto com os esforços da Europa de assimilar suas minorias muçulmanas em expansão em meio a tensões, estimuladas por forças econômicas e pela ascensão do grupo terrorista conhecido como Estado Islâmico.

Isso também vem junto com a batalha americana sobre as reivindicações de religiosos que dizem que seus direitos precisam de proteção, enquanto a sociedade caminha para uma maior aceitação dos direitos gays e enquanto mais pessoas nos Estados Unidos se afastam da religião.

Até 2050, os muçulmanos representarão 30% da população mundial, com 2,8 bilhões de fiéis, enquanto o Cristianismo representará 31%, com 2,9 bilhões de seguidores.

A única vez na história que a população ficou tão perto da paridade foi entre os anos de 1000 e 1600, quando o Islã se expandiu, e uma praga letal devastou populações cristãs na Europa, de acordo com estudiosos citados na pesquisa.

Se esta tendência populacional continuar, o estudo diz que os muçulmanos poderiam superar os cristãos até 2100.

 

Fontes:
The Wall Street Journal-Muslim Population Projected to Match Christian by 2050

1 Opinião

  1. Renato Fregapani disse:

    Talvez isso ocorra, mas é necessário considerar, que muitos países latino-americanos tem toda a sua população na conta de cristãos, o que não é verdade. Como no Brasil, que até o povo do Candomblé se diz cristão.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *