Início » Internacional » A promissora relação entre Índia e EUA
RELAÇÕES INTERNACIONAIS

A promissora relação entre Índia e EUA

O Pentágono está cortejando a Índia, mas a noiva ainda está tímida

A promissora relação entre Índia e EUA
Com a política externa voltada para a Ásia durante a presidência de Barack Obama, os Estados Unidos têm feito novas amizades, como com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi (Foto: Wikimedia)

A Índia e os Estados Unidos parecem um par promissor. As duas maiores democracias do mundo têm vínculos linguísticos e de descendência: 125 milhões de indianos falam inglês e mais de 3 milhões de americanos dizem ser descendentes de indianos. Eles compartilham o princípio do estado democrático de direito e, na maioria das vezes, da livre iniciativa. Além disso, têm preocupações regionais comuns, como a luta contra o extremismo islâmico e à adaptação à ascensão da China. No entanto, apesar da possível combinação feliz da riqueza e know-how dos EUA com o vigor e o dinamismo indiano, que contribuiria para fortalecer a segurança mundial, o orgulho da Índia e o preconceito dos EUA têm interferido em suas relações.

Mas com o realinhamento das potências regionais, o orgulho da Índia diminuiu e o preconceito americano ficou menos presunçoso. Com a política externa voltada para a Ásia durante a presidência de Barack Obama, os Estados Unidos têm feito novas amizades, como com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, que tem ambições maiores de projetar a Índia em um cenário mais amplo. Não há sinais de um casamento exuberante entre os dois países em um futuro próximo, e sim uma relação tranquila e cautelosa baseada em interesses comuns. As autoridades americanas chamam essa aproximação de um aperto de mão estratégico, e os membros do governo indiano de parceria estratégica. Não se menciona a palavra “aliança”, mas se esse relacionamento se aprofundar, é possível que os vínculos se estreitem.

A última estratégia de aproximação foi tímida, porém significativa. Durante uma visita à Índia de 10 a 12 de abril, a segunda em menos de um ano, o secretário de Defesa dos EUA, Ashton Carter, reuniu-se com o ministro da Defesa indiano, Manohar Parrikar, para discutir a assinatura em breve de um acordo logístico de apoio mútuo entre os dois exércitos. Dois outros acordos na área de comunicação e de protocolos de mapeamento digital estão em fase de conclusão. Esses acordos facilitarão a cooperação entre as forças armadas dos dois países, assim como darão acesso à Índia a um maior número de equipamentos americanos.

Fontes:
The Economist-A suitable boy?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *