Início » Internacional » Protestos no Iraque deixam quase 100 mortos
INTERNACIONAL

Protestos no Iraque deixam quase 100 mortos

Manifestações contra corrupção e desemprego chegam ao seu quinto dia

Protestos no Iraque deixam quase 100 mortos
Mais de 4 mil pessoas ficaram feridas (Foto: Imamofpeace/Twitter)

O Iraque está enfrentando, desde a última terça-feira, 1, uma série de protestos, que estão ficando cada vez mais violentos. Estima-se que 93 pessoas já morreram e mais de 4 mil ficaram feridas, segundo dados da Comissão de Direitos Humanos do Parlamento.

As manifestações ocorrem em diferentes partes do país. As movimentações são contra a corrupção, o desemprego e o mau serviço público oferecido pelo Estado. Na maioria dos dias, as forças de segurança usavam canhões de água, gás lacrimogêneo e balas de borracha para dispersar a multidão.

No entanto, na última sexta-feira, 4, a mídia internacional revelou que os policiais começaram a usar munições reais para disparar contra os manifestantes. Repórteres da agência Reuters viram um manifestante cair com um tiro na cabeça.

As tensões no Iraque aumentaram depois que as autoridades tentaram limitar a comunicação online das pessoas, impedindo que cenas dos protestos ganhassem as mídias sociais. O primeiro-ministro, Adel Abdul Mahdi, impôs toque de recolher em Bagdá e em outras cidades para tentar enfraquecer as manifestações.

As manifestações não têm data para acabar. Os protestos não contam com líderes claros, e seguem ganhando força e violência, à medida que as forças de segurança também aumentam a repressão contra os manifestantes.

Fontes:
Al Jazeera-Iraq protests: All the latest updates
G1-Em quarto dia de protestos, polícia dispara contra manifestantes no Iraque

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *