Início » Internacional » Putin desiste de gasoduto para abastecer países europeus
Exportação

Putin desiste de gasoduto para abastecer países europeus

O cancelamento do projeto de um grande gasoduto na Rússia frustra os planos de Putin de aumentar sua influência em países europeus

Putin desiste de gasoduto para abastecer países europeus
O principal motivo do cancelamento foi o dinheiro (Reprodução/Internet)

Os gasodutos exportam não só influência, como também energia. O projeto South Stream de construção de um gasoduto orçado em US$ 40 bilhões, tinha o objetivo de exportar gás para países da região sudeste da Europa e, em consequência, de criar um poder hegemônico comercial russo na região.

Mas em uma visita à Turquia em 1º de dezembro, Putin anunciou abruptamente que o projeto fora cancelado. Essa reviravolta enfureceu seus aliados e surpreendeu outros países envolvidos no projeto. O que teria levado a Rússia a destruir sua credibilidade?

O principal motivo desse cancelamento foi o dinheiro. A queda no preço do petróleo causou uma enorme tensão nas empresas públicas e privadas da Rússia. Gazprom, a maior empresa estatal do setor de energia, sempre opôs resistência ao plano. South Stream era um projeto caro, com uma estratégia política (com a exclusão da Ucrânia e a compra de influência na Europa), que reduziria seus negócios. Além disso, o consumo de gás está diminuindo na União Europeia, assim como o preço.

Fontes:
The Economist-Pipe down

1 Opinião

  1. Joma Bastos disse:

    A Rússia e a China já estão construindo um mega gasoduto siberiano, que irá fornecer anualmente 38.000 milhões de metros cúbicos de gás natural à China. Isto é, o futuro econômico da Rússia está comprometido com o valor que os chineses pagarão futuramente pelo gás russo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *