Início » Internacional » Quem será o próximo primeiro ministro da Itália?
Monti ou Berlusconi?

Quem será o próximo primeiro ministro da Itália?

Silvio Berlusconi parece estar se escondendo dos holofotes políticos, deixando o foco recair sobre o atual premier Mario Monti

Quem será o próximo primeiro ministro da Itália?
Berlusconi parece disposto a conceder o trono ao atual premier, Mario Monti, em 2013 (Reprodução/Economist)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Duas perguntas têm dominado a política italiana desde o início do verão europeu e gerado perspectivas sombrias para o país na avaliação dos mercados. A Itália tem se esforçado para livrar-se da crise do euro, mas ainda está longe de ser considerada fora do risco de inadimplência.

Leia também: Não esperem que o Banco Central Europeu salve o euro sozinho
Leia também: Qual será o futuro da Itália

A primeira pergunta é: “Ele vai ou não vai?”. E a segunda também.

A primeira diz respeito a Silvio Berlusconi. Em junho o ex-premier e fundador do movimento conservador Povo da Liberdade (PdL) sinalizou que poderia voltar como candidato do seu partido nas próximas eleições gerais em 2013. Na medida em que o governo Berlusconi foi marcado por uma total paralisação do crescimento econômico e pela ausência de reformas estruturais, investidores ficaram horrorizados. Italianos que não gostavam de ver seu governo transformado em piada pelo resto do mundo graças ao comportamento de Berlusconi também repudiaram a notícia.

Na última terça-feira, 9, Berlusconi deu a entender que havia pensado melhor e desistido da candidatura. Entrevistado em um dos seus três canais de TV, o bilionário se declarou “pronto para se manter afastado da política”.

A chegada, em novembro passado de um governo tecnocrático de forasteiros autênticos liderados por Mario Monti foi letal para a imagem de Berlusconi. Comparado com o atual primeiro-ministro, um professor de economia, Berlusconi parecia um corretor profissional do poder público. E o desencanto com a classe política italiana está ajudando a sustentar a popularidade de Monti. Pesquisas de opinião o apontam como a primeira escolha da maioria dos italianos para a vaga de premier em 2013.

Ele vai ou não vai?

Essa é a segunda pergunta que paira sobre a Itália. Monti disse “não” repetidamente para aqueles que sugeriram que ele se candidatasse a um cargo executivo no ano que vem. Mas no final de setembro ele suavizou sua resposta, dizendo esperar que a eleição produza um resultado claro em favor de um dos partidos. Senão, “estarei lá”, sentenciou.

A intervenção de Monti a contragosto será mesmo necessária? Talvez ele esteja de olho na presidência, que também estará disponível em 2013. Difícil é acreditar que ele não estará envolvido na política de seu país no ano que vem.

 

Fontes:
Economist - Who will be Italy's next prime minister?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *