Início » Internacional » Ex-prefeito de Nova York questiona o patriotismo de Obama
polêmica nos EUA

Ex-prefeito de Nova York questiona o patriotismo de Obama

Rudy Giuliani, o ex-prefeito de Nova York e candidato fracassado às eleições presidenciais, diz não acreditar que Barack Obama ame os EUA

Ex-prefeito de Nova York questiona o patriotismo de Obama
Ideólogos esquerdistas disseram que Giuliani fizera um comentário velado a respeito da raça de Obama, do pai de nacionalidade estrangeira e dos estudos escolares na Indonésia (Reprodução/AFP)

Rudy Giuliani, o ex-prefeito de Nova York e candidato fracassado às eleições presidenciais, provocou uma polêmica ao questionar o patriotismo de  Barack Obama. “Eu não acredito, apesar de ser uma afirmação terrível, que o presidente ame os Estados Unidos”, disse Giuliani na quarta-feira, 18 de fevereiro, em um jantar privado para promover a candidatura de Scott Walker, o governador republicano de Wisconsin, à presidência da República. “Ele não gosta de vocês nem de mim. Obama não foi educado como nós, com amor por nosso país.”

A reação ao comentário de Giuliani foi rápida e decisiva. Os ideólogos esquerdistas disseram que Giuliani fizera um comentário velado a respeito da raça de Obama, do pai de nacionalidade estrangeira e dos estudos escolares na Indonésia. Amy Davidson do New Yorker perguntou, “Giuliani sugeriu que havia algo diferente em relação a Obama? E o que poderia ser?” Jonathan Capehart do Washington Post insinuou que  Giuliani era o porta-voz das ideias de Dinesh D’Souza, um polemista conservador que insiste em dizer que Obama, influenciado pela visão política anticolonialista do pai queniano, vê os Estados Unidos como uma potência neocolonial com uma ideologia perversa.

O conteúdo básico dos comentários diz que é uma insolência questionar o patriotismo de Obama, porque não há dúvida que ama seu país! Além disso, o comentário de Giuliani reflete um preconceito quanto à cor da pele de Obama e de suas origens, ou talvez uma intenção demagógica de explorar o racismo e a xenofobia latentes no pensamento sombrio dos conservadores.

 

Fontes:
Economist-It's complicated

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Isto é extremamente velho! Sabe-se disso desde 2008. A história do pai desmiolado e de sua mãe maluquinha era conhecida de todos que se arriscaram a votar na esquerda americana.
    Se não é pior agradeça-se aos avós maternos. Sua infância na Indonésia foi lamentável, junto com o segundo marido da maluquinha.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *