Início » Internacional » Rebeldes perdem controle do nordeste de Alepo
GUERRA NA SÍRIA

Rebeldes perdem controle do nordeste de Alepo

Para diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos, é a maior derrota desde 2012 para a oposição ao governo de Bashar al-Assad

Rebeldes perdem controle do nordeste de Alepo
Exército em Alepo, na Síria (Foto: Syriahr)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, os rebeldes que lutam contra as forças do governo de Bashar al-Assad na Síria perderam o controle dos bairros de Sakhur, Haydariya e Sheikh Khodr para o exército. Além disso, as forças curdas tomaram Sheik Fares das mãos dos rebeldes.

Leia mais: Área sitiada de Alepo está sem hospitais

De acordo com Rami Abdulrahman, diretor do Observatório Sírio, as forças do governo apoiadas por milícias xiitas afastaram rebeldes de mais de um terço do leste de Alepo nos últimos dias. “É a maior derrota para a oposição em Alepo desde 2012.” No último final de semana, quase 10 mil pessoas conseguiram fugir da região. Pelo menos 6 mil foram para o bairro de Sheikh Maqsud, que é controlado pelas forças curdas. Já as outras pessoas foram para as zonas governamentais de Alepo.

No último sábado, 26, o exército sírio também recuperou o bairro de Masaken Hanano, que fica no extremo nordeste de Alepo, e é um dos maiores da cidade. Masaken Hanano foi o primeiro bairro conquistado pelos insurgentes em 2012. O conflito dividiu a cidade entre o leste, controlado pelos rebeldes, e o oeste, em poder do exército. A partir desta conquista, o exército conseguiu entrar na metade leste de Alepo, sob domínio opositor.

Fontes:
O Globo-Rebeldes perdem controle do nordeste de Aleppo, na Síria
Terra-Cerca de 400 civis conseguem sair de bairros assediados no leste de Aleppo
Euronews-Síria: Exército retoma zonas rebeldes no nordeste de Alepo Síria: Exército retoma zonas rebeldes no nordeste de Alepo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *