Início » Internacional » Hungria fecha estação de trem e gera protestos de refugiados
Crise humanitária

Hungria fecha estação de trem e gera protestos de refugiados

Governo húngaro fechou a estação de trem de Keleti, em Budapeste, para impedir que centenas de migrantes viagem para outros países da União Europeia

Hungria fecha estação de trem e gera protestos de refugiados
Migrantes protestam em frente à estação de Keleti, em Budapeste (Foto: Reprodução/Youtube)

Nesta terça-feira, 1, o governo húngaro fechou a estação de trem de Keleti, em Budapeste, para impedir que centenas de imigrantes viagem para outros países da União Europeia (UE), o que gerou protestos na frente da estação.

Na última segunda-feira, 31, um grupo de refugiados, que permaneceu acampado na porta da estação por semanas, recebeu autorização para partir com destino à Alemanha e à Áustria, sem controle de visto.

Inicialmente, a polícia húngara fechou por completo o local, para pouco tempo depois reabrir, mas impediram a entrada dos migrantes. A multidão gritou “Alemanha” e também clamaram o nome da chanceler alemã, Angela Merkel. A segurança foi reforçada no local.

A Hungria argumentou que estava apenas cumprindo a legislação europeia, que exige um passaporte válido e visto para quem deseja viajar entre os países. Porém, acredita-se que o fechamento se deveu à pressão dos países vizinhos que querem evitar a entrada de refugiados. O governo austríaco afirmou que 3.650 migrantes chegaram ao país na última segunda-feira, a maior parte seguiu em direção à Alemanha.

Fontes:
O Globo-Centenas de imigrantes protestam contra fechamento de estação de trem na Hungria

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *