Início » Internacional » Reino Unido e UE chegam a novo acordo sobre Brexit
BREXIT

Reino Unido e UE chegam a novo acordo sobre Brexit

Com o novo pacto, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, espera convencer o Parlamento britânico para garantir um Brexit com acordo

Reino Unido e UE chegam a novo acordo sobre Brexit
Análise do novo acordo no Parlamento vai ocorrer no próximo sábado, 19 (Foto: Reprodução/European Comission/Facebook)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Reino Unido e a União Europeia chegaram a um novo acordo sobre o Brexit – o processo de saída do país do bloco econômico – nesta quinta-feira, 17. O pacto, porém, precisa ser aprovado no Parlamento britânico.

O novo acordo substitui o pacto anterior, que havia sido firmado pela então primeira-ministra do Reino Unido Theresa May, e fora derrotado em diferentes oportunidades no Parlamento – até que levou à renúncia de May.

Com o novo pacto, o atual primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, espera convencer o Parlamento britânico para garantir um Brexit com acordo. Johnson já falara, em ocasiões anteriores, que o processo de separação poderia acontecer sem nenhum entendimento entre as partes.

O novo acordo foi celebrado pelas redes sociais. Através do Twitter, Johnson revelou que espera que o Parlamento finalize o acordo no próximo sábado, 19, “para que possamos passar para outras prioridades”. Ademais, o premier ainda descartou uma extensão do prazo do Brexit, que tem previsão para ocorrer no próximo dia 31 de outubro.

“Agora é o momento de concluirmos o Brexit e, em seguida, trabalharmos juntos na construção de nossa futura parceria, o que eu acho que pode ser incrivelmente positivo tanto para o Reino Unido quanto para a UE”, afirmou o primeiro-ministro em uma entrevista coletiva após o firmamento do acordo.

Já o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, destacou que “onde há vontade, existe um acordo – nós temos um”. Segundo Juncker, o novo pacto firmado é “justo e equilibrado” para ambas as partes. Ademais, o presidente da Comissão recomendou que os líderes dos outros Estados-membros aprovem o pacto.

Acordo incerto

Apesar do pacto ter sido firmado, ainda não há garantias de que o Parlamento britânico vai aprovar o novo texto. O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, já afirmou que votará contra, enquanto outros membros da legenda ainda não informaram se vão apoiar um possível novo referendo sobre o Brexit.

Além disso, o Partido Democrático Sindicalista (DUP), da Irlanda do Norte, que precisaria apoiar o novo acordo de Johnson, já afirmou que não é do interesse do país apoiar o texto do primeiro-ministro britânico – o partido apoia o governo de Johnson, mas não o pacto. A Irlanda do Norte tem sido considerada a parte mais complicada do Brexit.

Segundo o novo acordo, a Irlanda do Norte vai ser mantida na área alfandegária do Reino Unido. No entanto, o país sofrerá com tarifas aplicadas às mercadorias que cruzarem o Reino Unido com destino à Irlanda ou o mercado da União Europeia. “Essas propostas não são, em nossa opinião, benéficas para o bem-estar econômico da Irlanda do Norte”, destacou o DUP.

Isso porque o novo texto para o Brexit acaba com o chamado “backstop”, que foi uma proposta negociada por Theresa May e mantinha todo o Reino Unido dentro de uma região aduaneira com a União Europeia. Essa região seria mantida enquanto um acordo definitivo de livre-comércio não fosse negociado. Esse ponto, porém, era um dos mais polêmicos, o que aumentava a rejeição dentro do Parlamento britânico.

Segundo Michel Barnier, negociador-chefe da União Europeia para o Brexit, a Irlanda do Norte vai permanecer alinhada com as regras da União Europeia, além de permanecer na união aduaneira com o Reino Unido. O DUP, porém, vê um tratamento diferente do bloco econômico com a Irlanda do Norte em relação ao Reino Unido.

Fontes:
Reuters-Britain clinches Brexit deal; Johnson must secure parliament's backing
The Guardian-Juncker seeks to sell Brexit deal by 'ruling out' further delay
G1-Reino Unido e União Europeia chegam a um acordo sobre o Brexit

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *