Início » Internacional » Reino Unido passa a aceitar fotos de celular em passaportes
FACILIDADE DIGITAL

Reino Unido passa a aceitar fotos de celular em passaportes

O sistema de preenchimento de formulários online e a permissão do uso de fotografias digitais facilitaram a renovação de passaportes no Reino Unido

Reino Unido passa a aceitar fotos de celular em passaportes
Românticos temem o desaparecimento das cabines fotográficas antiquadas (Foto: Free Great Picture)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Apesar de os pais apaixonados dizerem que seus bebês têm um rostinho único, os bebês em geral se parecem. Às vezes, Gulliver demora um tempo embaraçoso para distinguir o rosto da filha em meio a fotos antigas de bebês. Com certeza, não a reconheceria em uma foto do passaporte tirada aos quatro meses. 

Agora ela tem 5 anos, com traços já definidos e, em breve, terá de renovar o passaporte. Agora será bem mais fácil do que na primeira vez, quando foi preciso levá-la a um estúdio de fotografia, com diversas tentativas para que olhasse na direção certa, com a cabeça erguida, sem que as mãos da Sra. Gulliver que a seguravam aparecesse na foto.

Na verdade, ela não terá de sair de casa. O serviço de emissão de passaportes confirmou que agora aceita fotos tiradas em celulares na renovação online de passaportes. Porém, os que solicitam o documento de viagem pela primeira vez ainda precisam tirar fotos em estúdios profissionais para atestar sua autenticidade.

A mudança será bem-vinda. O processo de renovar o passaporte no Reino Unido ficou mais fácil com a introdução do sistema de preenchimento de formulários online no ano passado. No entanto, o jornal Mail on Sunday alertou para a questão da segurança e citou o comentário de lorde Harris de Haringey, membro do National Security Strategy Joint Committee, que as fotos digitais “permitem que as pessoas as manipulem e, portanto, significam uma ameaça potencial à segurança”.

Sem dúvida, as fotos digitais podem ser adulteradas com mais facilidade do que as tiradas em estúdios. Mas, como pretende o Home Office, também podem ser comparadas com as fotografias do banco de dados do serviço de emissão de passaportes e identificadas pelas máquinas de reconhecimento facial biométrico dos aeroportos.

A permissão do uso de fotos digitais nos passaportes preocupa mais os românticos por causa do desaparecimento das cabines fotográficas antiquadas. Um artigo publicado no jornal Guardian mencionou com um tom nostálgico a época em que os casais se beijavam atrás da cortina da cabine. Mas o artigo também cita que o mercado para essas fotos já foi extinto pelo Snapchat.

Fontes:
The Economist-Britain starts to accept passport photos taken on mobile phones

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *