Início » Vida » Comportamento » Reino Unido registra episódios de xenofobia após vitória do ‘Brexit’
'VOLTEM PRA CASA'

Reino Unido registra episódios de xenofobia após vitória do ‘Brexit’

Foram mais de 100 relatos de xenofobia registrados desde que os britânicos decidiram pela saída da União Europeia

Reino Unido registra episódios de xenofobia após vitória do ‘Brexit’
Muitos agressores mencionaram abertamente o voto pela saída do bloco europeu (Foto: Reprodução/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em menos de uma semana após o referendo que decidiu pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE), foram registrados mais de 100 episódios de xenofobia no país, segundo o jornal britânico Independent. Muitos desses casos foram relatados nas redes sociais nos últimos dias, e o governo britânico já demonstra preocupação com as hostilidades.

Leia também: Como a Grã-Bretanha pode se manter na União Europeia
Leia também: Estes países podem ser os próximos a deixar a União Europeia

Apesar de ainda não estar claro se o resultado do plebiscito na última quinta-feira, 23, foi o causador da onda de ataques xenofóbicos, muitos dos agressores mencionaram abertamente o voto a favor da saída da UE.

Uma parte dos eleitores ‘pró-Brexit’ afirma que há muitos imigrantes no país e que, com a retirada do país da UE, eles deveriam voltar para casa. Os casos variam de insultos verbais até agressões físicas. O elevado número de relatos xenofóbicos levou o primeiro-ministro britânico, David Cameron, a se pronunciar nesta segunda-feira, 27, contra a violência ocorrida. “Este governo não tolerará a intolerância”, afirmou Cameron.

Para denunciar a violência contra a comunidade imigrante, foi criada no Twitter a hashtag #postrefracism –, uma campanha para que se denuncie o racismo relacionado ao plebiscito. Desde a manhã de segunda-feira, 27,  a hashtag foi usada mais de 21 mil vezes. Além disso, foi criada no Facebook a página Worrying Signs (sinais preocupantes), com um álbum para registrar os incidentes.

Entre os alvos dos grupos xenófobos está a comunidade polonesa, a mais numerosa no país – com 654 mil membros, de acordo com o senso de 2011. Houve relatos em algumas cidades britânicas de que foram distribuídos cartões em domicílios e escolas com os dizeres “Chega de vermes poloneses”.

A Embaixada da Polônia se mostrou preocupada com os incidentes ocorridos. “Estamos chocados e profundamente preocupados com os recentes episódios de insultos xenofóbicos contra a comunidade polonesa e outros residentes no Reino Unido de origem imigrante”. Recentemente, o prédio do Centro Cultural Polonês, fundado em 1964, teve janelas e paredes pichadas com a expressão “vá embora”.

Nota rebaixada na Standard & Poor’s

O referendo da última quinta-feira também provocou efeitos na economia britânica. A agência de classificação Standard & Poor’s (S&P) rebaixou a nota da dívida de longo prazo do Reino Unido de AAA, nota máxima, para AA. Após a vitória do Brexit, a agência manteve a perspectiva negativa e também reduziu a previsão de crescimento do PIB de 2,1% para 1,1% nos próximos três anos.

A S&P era a única agência que mantinha nota máxima de crédito para o Reino Unido, já que Moody’s e Fitch já tinham rebaixado o país. Com o rebaixamento britânico, apenas 12 países do mundo ainda têm classificação AAA: Austrália, Canadá, Dinamarca, Alemanha, Hong Kong, Liechtenstein, Luxemburgo, Holanda, Noruega, Cingapura, Suécia e Suíça.

Fontes:
BBC-'Voltem para casa': relatos de xenofobia inundam redes sociais após votação da Brexit
O Globo-Reino Unido registra mais de 100 episódios de xenofobia pós-Brexit
El País-S&P rebaixa em um degrau a classificação da dívida do Reino Unido por ‘Brexit’

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *