Início » Internacional » Repressão na Nicarágua provoca onda de migração
CRISE POLÍTICA E SOCIAL

Repressão na Nicarágua provoca onda de migração

País enfrenta crise política e social há três meses

Repressão na Nicarágua provoca onda de migração
ONGs afirmam que a repressão do governo já provocou mais de 300 mortes (Fonte: Reprodução/AFP)

A violenta regressão do governo da Nicarágua vem provocando uma onda de migração, principalmente para a vizinha Costa Rica.

Leia também: Treze países latino-americanos exigem fim da repressão na Nicarágua
Leia também: A Nicarágua em ebulição

A instabilidade na Nicarágua, que enfrenta há três meses uma crise política e social, tem levado cerca de 3 mil nicaraguenses a atravessarem a fronteira a cada semana.

Embora se recuse a falar em uma crise migratória, o governo da Costa Rica começou a adotar algumas medidas para controlar o fluxo de migrantes, incluindo a assinatura de um novo decreto.

Em entrevista à Rádio França Internacional, o vice-presidente e ministro de Relações Exteriores da Costa Rica, Espy Campbell, disse que “todas as organizações são obrigadas a apresentar um plano de contingência para os imigrantes. É uma coordenação para responder a essas demandas extraordinárias, sem prejudicar os serviços costarriquenhos”.

Com uma ajuda financeira de US$ 200 mil da Organização Internacional para as Migrações e da Agência de Refugiados das Nações Unidas, a Costa Rica abriu dois centros de acolhimento, com capacidade para 2 mil refugiados.

ONGs afirmam que a repressão do governo do presidente Daniel Ortega já provocou mais de 300 mortes na Nicarágua.

Fontes:
G1 - Crise na Nicarágua provoca onda de migração para a Costa Rica

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *