Início » Internacional » Reservas hídricas podem encolher 40% até 2030
Relatório da ONU

Reservas hídricas podem encolher 40% até 2030

Documento da ONU revela que Brasil está entre os países com mais estresse ambiental

Reservas hídricas podem encolher 40% até 2030
Represa Atibainha, em Nazaré Paulista (SP) (Fonte: Reprodução/Estadão)

Um relatório elaborado pela Unesco, a agência da ONU para Educação, Ciência e Cultura, revelou que, se nada for feito, as reservas hídricas de todo o mundo podem encolher 40% até 2030.

De acordo com o relatório, divulgado nesta sexta-feira, 20, é necessário melhorar a gestão da água para garantir o abastecimento da população mundial.

O documento mostra ainda que 748 milhões de pessoas em todo o mundo não têm acesso a fontes de água potável.

O Brasil está entre os países com mais estresse ambiental em função de mudanças nos fluxos naturais dos rios para construir represas ou usinas hidrelétricas. Os desvios provocam uma maior degradação dos ecossistemas e também risco de assoreamento.

A Unesco cobra dos governos latino-americanos que priorizem a gestão da água a fim de reduzir a poluição e evitar conflitos entre o desenvolvimento econômico e a preservação dos recursos naturais.

Ainda de acordo com o relatório, 20% dos aquíferos mundiais já são explorados de maneira excessiva, podendo provocar erosão do solo e invasão de água salgada nos reservatórios.

A previsão dos cientistas é de que, em 2050, a agricultura e o setor de alimentos terão que aumentar em 400% sua demanda por água para expandir a produção.

Em entrevista ao G1, Angela Ortigara, doutora em engenharia ambiental e integrante da Unesco na Itália, explica que o objetivo do relatório da ONU é dar subsídios aos países para que eles possam combater a crise hídrica.

Fontes:
G1 - 40% das reservas hídricas do mundo podem encolher até 2030, diz ONU

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Uma solução é lutar pela diminuição do número de passageiros da espaçonave Terra.
    Se com 7 bilhões de passageiros a nave já está batendo pino, imagina só com o dobro!
    James Lovelock não estava totalmente errado quando disse que o limite de lotação do nosso “ônibus” era de 2 bilhões de passageiros.
    Não sou verde, apenas realista. Onde comem dois, quatro passam fome e consomem, além de poluir, muito mais água.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *