Início » Internacional » Resistência a antibióticos representa ameaça global
'APOCALIPSE DOS ANTIBIÓTICOS'

Resistência a antibióticos representa ameaça global

Quanto mais antibióticos a população toma, mais resistentes as bactérias ficam

Resistência a antibióticos representa ameaça global
Especialistas ressaltam que é necessário reduzir o uso de antibióticos (Fonte: Reprodução/Agência Brasil)

A resistência aos antibióticos é considerada pela Organização Mundial de Saúde como uma das principais ameaças globais do século XXI.

Leia também: EUA registram o 2º caso de bactéria resistente a todos os antibióticos

Para evitar o que tem sido chamado de “apocalipse dos antibióticos”, especialistas ressaltam que é necessário reduzir o uso deste tipo de medicamento. Quanto mais antibióticos a população toma, mais resistentes as bactérias ficam.

Embora algumas abordagens e experimentos venham sendo implementadas em alguns países com sucesso, como nos EUA, a maioria dos países caminha na direção oposta. O uso de antibióticos deve ser duplicado na China, Brasil, Rússia, Índia e África do Sul até 2030. Com isso, a resistência consegue se espalhar ainda mais.

Diante deste cenário sombrio, cientistas de várias partes do mundo vasculham oceanos, florestas tropicais e desertos em busca de novas fontes de antibióticos. Pesquisadores já colheram, por exemplo, amostras da pele de uma preguiça de três dedos no Panamá para novas experiências. Outros procuram novos antibióticos na saliva de dragões de Komodo. Ainda não é possível dizer, no entanto, se tais experimentos serão bem sucedidos.

Há também cientistas que, ao invés de tentarem encontrar novos antibióticos, tentam lutar contra as bactérias. Na Inglaterra, uma microbiologista da Universidade de Nottingham está estudando a forma como as bactérias se comunicam.

Acredita-se também que aprender a enganar as bactérias pode ser o caminho para evitar o “apocalipse de antibióticos”.

Fontes:
Uol - O mundo está à beira de um apocalipse dos antibióticos?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *