Início » Internacional » A Revolução Russa vista de dentro
LIVROS

A Revolução Russa vista de dentro

Em ‘The House of Government’, Yuri Slezkine narra a formação íntima dos lideres bolcheviques, suas esperanças, desilusões e tragédias pessoais

A Revolução Russa vista de dentro
Narrativa gira em torno de um complexo residencial que abrigou a elite soviética (Foto: Youtube)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ano de 2017 celebrou o centenário da Revolução Russa, que marcou a tomada de poder pelos bolcheviques sob a promessa de extirpar os czares da dinastia Romanov e fazer do antigo Império Russo um Estado socialista liderado por operários que, posteriormente, foi batizado de União Soviética (onde “sovietes” significa “conselho” em russo).

Capitaneado por Vladimir Lênin, o sonho socialista tinha contornos passionais e deu início a um dos pontos mais importantes da história moderna. No entanto, a ideologia soviética não encontrou bases econômicas, levando a União Soviética a um turbilhão de autodestruição, até finalmente se fragmentar.

De todos os livros lançados em 2017 em celebração aos 100 anos da Revolução Russa, “The House of Government”, de Yuri Slezkine, é o mais relevante. Nascido na antiga União Soviética, Slezkine é historiador da Universidade da Califórnia. Ele aborda o bolchevismo e o socialismo como uma seita milenarista. A narrativa gira em torno da Casa do Governo, um complexo residencial de Moscou que abrigou a elite soviética desde a década de 1920 até a Segunda Guerra Mundial.

O complexo foi construído em cima de um pântano drenado localizado às margens do Rio Moscou (a região até hoje é conhecida como “o pântano”). Com estilo construtivista, o complexo residencial era considerado o maior da Europa, com 12 andares, 505 apartamentos. O complexo também contava com cinema, teatro, biblioteca, banco, supermercado, restaurante, escola e um sistema de aquecimento central crucial no rigoroso inverno russo.

O livro de Slezkine narra a saga da revolução e das famílias que moraram no complexo residencial. Trata-se de um profundo trabalho de pesquisa, que aborda a formação íntima dos lideres bolcheviques, bem como suas esperanças, desilusões e tragédias pessoais.

Fontes:
The Economist-The legacy of the Russian revolution can still be felt today

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *