Início » Internacional » Rússia impede ida de autoridades europeias ao funeral de opositor assassinado
Crime na Rússia

Rússia impede ida de autoridades europeias ao funeral de opositor assassinado

Um dos maiores críticos do presidente russo Vladimir Putin, Boris Nemtsov foi assassinado na última sexta-feira, em Moscou

Rússia impede ida de autoridades europeias ao funeral de opositor assassinado
Funeral de Nemtsov aconteceu em Moscou nesta terça-feira, 3 (Foto: Reprodução/Reuters)

Autoridades do leste europeu foram impedidas de entrar na Rússia para participar nesta terça-feira, 3, do funeral do líder opositor Boris Nemtsov, um dos maiores críticos do presidente Vladimir Putin. A União Europeia considerou a decisão arbitrária.

“Não é a primeira vez que vemos rejeitar a entrada por motivos arbitrários”, disse a porta-voz da Comissão Europeia, Maja Kocijancic. “É uma clara violação dos princípios básicos”.

Leia também: Multidão toma ruas de Moscow por Nemtsov

Nemtsov foi assassinado com quatro tiros nas costas na última sexta-feira, 27, enquanto caminhava com a namorada perto do Kremlin, sede do governo russo, em Moscou.

O funeral, no Centro Sakharov de Moscou, um museu nomeado em homenagem ao Prêmio Nobel da Paz Andrei Sakharov, foi acompanhado por centenas de pessoas e contou com a presença de embaixadores de vários países europeus e de outras autoridades estrangeiras, como o ex-premier russo Mikhail Kasyanov o ex-premier britânico John Mayor e o embaixador dos EUA, John Tefft.

No entanto, o presidente do Senado polonês, Bogdan Borusewicz, teve o visto negado em resposta às sanções europeias contra a Rússia. A parlamentar da Letônia, Sandra Kalniete, também disse ter sido barrada sem que as autoridades lhe dessem uma explicação.

O líder da oposição russa que está preso por acusações de apropriação indébita e fraude, Alexei Navalny, também não teve a saída provisória permitida para comparecer ao funeral.

Antes de ser assassinado Nemtsov tinha convocado a população russa a participar de uma grande manifestação contra o envolvimento russo na crise da Ucrânia. Putin assumiu pessoalmente a condução das investigações sobre a morte do opositor.

Fontes:
O Globo - Rússia barra ida de europeus ao funeral de opositor assassinado
ABC News - Polish Top Senator: Russia Banned Me From Nemtsov's Funeral

3 Opiniões

  1. Samuel Reis disse:

    Prefiro me abster a tecer qualquer comentário com relação aos russos, até porque qualquer avaliação, ou opinião, a exemplo dos cultos leitores, soaria como russófoba e tendenciosa. Ao mesmo tempo toda e qualquer análise de alguma liderança mundial, especialmente do leste europeu, traz consigo o parâmetro brasileiro. Não é a minha impressão quanto aos russos, pois foram eles que mostraram ao mundo a força que um povo tem frente à tirania. Atualmente essa opressão é sem dúvida exercida pelos falcões americanos que tem como obstáculo justamente a Rússia liderada por Putin.

  2. ney disse:

    Putin assumiu pessoalmente a condução das investigações. e o resultado vai ser pizza.

  3. Roberto1776 disse:

    O que se depreende é que cada povo cava a sua própria sepultura.
    Cuba apoiou o maldito velhote em 1959 e de país mais desenvolvido da América Latina hoje é uma ditadurazinha de quinta categoria, um verdadeiro país da FARTURA (farta tudo).
    Os russos elegeram (várias vezes) o malvado putin, que nada mais é do que um cripto-comunista.
    E o Brasil há doze anos está nas mãos sujas do petê (o partido mais abusado do continente) conduzido pela turba ignara de analfas e empreiteiros obscenos.
    Nós, como um povo livre, MERECEMOS os governos que temos. Quantos caminhoneiros votaram neste partido???

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *