Início » Internacional » Sarkozy não pode ceder a grevistas
França

Sarkozy não pode ceder a grevistas

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Nesta semana, as reformas econômicas do presidente francês desencadearam uma série de grandes greves, iniciadas pelo sindicato dos ferroviários e outras categorias que têm força, e que podem ser seguidas por servidores, professores e até mesmo magistrados.

As ações de Nicolas Sarkozy têm sido comparadas com as de Margareth Thatcher, que entre 1984 e 1985 enfrentou a greve dos mineiros, na Inglaterra. Segundo a Economist, mais do que o futuro da França está em jogo. Para a revista, pelo menos desde 1968 (ou, para alguns, 1789), os grevistas e os manifestantes vêm tendo uma posição quase mística na França.

Em um sistema político que enfraquece o Parlamento e dá ao presidente um poder absolutamente extraordinário, os protestos públicos são um dos poucos caminhos para uma verdadeira oposição.

Fontes:
Economist - France -- Sarkozy's Thatcher moment

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Evandro Correia disse:

    Como dizemos na Bahia, esse baixinho é porreta!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *