Início » Internacional » Sarkozy pede que franceses rejeitem o extremismo
ELEIÇÕES FRANCESAS

Sarkozy pede que franceses rejeitem o extremismo

Em discurso de despedida da vida política, Sarkozy ataca Marine Le Pen, afirmando que a França merece algo muito melhor

Sarkozy pede que franceses rejeitem o extremismo
Ex-presidente francês foi derrotado nas primárias de domingo (Foto: Flickr/Nicolas Sarkozy)

Nicolas Sarkozy anunciou sua retirada da vida política no último domingo, 20, após perder as eleições primárias de seu partido, o conservador Os Republicanos. Contrariando todas as expectativas, o ex-presidente francês obteve apenas 21% dos votos, contra 41,1% de François Fillon e 28,1% Alain Juppé.

Em seu discurso de despedida, Sarkozy agradeceu os votos recebidos e disse respeitar a decisão dos eleitores que optaram por outros nomes. Ele expressou apoio a Fillon, que foi primeiro-ministro de seu governo entre 2007 e 2010, e disse guardar grande respeito a Juppé, seu maior rival político e ex-primeiro-ministro de Jacques Chirac.

Sarkozy também fez um apelo aos leitores para que “nunca escolham o caminho do extremismo”. “A França merece muito mais do que a pior escolha possível”, disse ele. O pedido foi um ataque à Marine Le Pen, candidata do partido de extrema direita Frente Nacional que vem crescendo nas pesquisas e que deve enfrentar Fillon ou Juppé nas eleições de 2017.

Em 2012, Marine Le Pen terminou em terceiro lugar nas eleições presidenciais, quando Sarkozy perdeu para François Hollande. Agora, ela espera obter um resultado melhor, estimulado pela vitória de Trump nos EUA e pelo apoio recebido de franceses contrários à atual política de imigração do país.

Fontes:
The Independent-Sarkozy tells French voters 'not to take the path of extremes'
Veja-Sarkozy perde primárias e decide abandonar a política

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *