Início » Internacional » Sebastián Piñera ganha eleições e volta à presidência do Chile
SEGUNDO TURNO

Sebastián Piñera ganha eleições e volta à presidência do Chile

Candidato de centro-direita obteve 54,58% dos votos no segundo turno

Sebastián Piñera ganha eleições e volta à presidência do Chile
Piñera comemora a vitória ao lado de sua mulher, Cecilia (Fonte: Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O candidato da coalizão de centro-direita “Vamos Chile”, Sebastián Piñera, de 67 anos, ganhou o segundo turno das eleições presidenciais do Chile neste domingo, 17.

Piñera, que substituirá Michelle Bachelet, assumirá o seu segundo mandato como presidente chileno — o primeiro foi entre 2010 e 2014 — a partir de março de 2018.

De acordo com Serviço Eleitoral do Chile, Piñera obteve 54,58% dos votos contra 45,42% do centro-esquerdista Alejandro Guillier, que reconheceu uma “dura derrota” e parabenizou o ex-presidente pela vitória nas urnas.

Em sua conta no Twitter, Guillier agradeceu: “obrigado ao povo chileno e às milhões de pessoas que nos entregaram sua confiança. Mas isso não acaba. Seguiremos adiante lutando por direitos sociais. Estamos tranquilos e com a cabeça levantada, já que sem dúvida demos tudo pelos nossos ideais. Milhões de obrigados!”

Após o anúncio da vitória, Piñera afirmou, em discurso para milhares de correligionários, que proporá grandes acordos para ser “o presidente de todos”. “Viva a diferença, viva o pluralismo de ideias! Mas nunca essas diferenças devem nos converter em inimigos, porque cada vez que os chilenos se enfrentam e se transformam em inimigos, consumam suas maiores derrotas”, ressaltou o candidato de centro-direita.

De acordo com a revista Forbes, Piñera tem uma fortuna estimada em US$ 2,7 bilhões. O ex-presidente chileno era o candidato preferido entre empresários e investidores para assumir novamente o comando do Chile.

Fontes:
G1 - Sebastián Piñera é eleito presidente do Chile pela 2ª vez

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Markut disse:

    Como efeito colateral, o Chile continuará a se destacar do restante da pobre América Latina e os seus populismos predadores.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *