Início » Brasil » Sem aviso, Bolsonaro cancela entrevista coletiva em Davos
FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL

Sem aviso, Bolsonaro cancela entrevista coletiva em Davos

Segundo assessores, cancelamento se deu por 'comportamento antiprofissional da imprensa'. Organização do evento não foi avisada com antecedência

Sem aviso, Bolsonaro cancela entrevista coletiva em Davos
A coletiva de imprensa era uma das programações mais importantes desta quarta (Foto: Alan Santos/PR)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), assim como três de seus ministros, cancelaram, em cima da hora, uma coletiva de imprensa durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça. O cancelamento ocorreu nesta quarta-feira, 23, surpreendendo a organização do fórum e a imprensa internacional.

Cerca de 40 minutos antes do início previsto para a coletiva de imprensa, às 16h (13h, no horário de Brasília), o Palácio do Planalto enviou uma nova versão da agenda de Bolsonaro. No horário previsto para a coletiva, estava um “almoço de trabalho”.

Toda a organização para a coletiva de imprensa já estava montada. Os nomes dos ministros, assim como do presidente, já constavam em frente às suas respectivas cadeiras. A organização do Fórum, porém, não havia sido avisada, com os jornalistas vendo uma movimentação incomum por parte dos auxiliares do evento.

“É normal que haja alterações de horário, que um ou outro ministro seja incluído ou excluído na entrevista, mas não sumirem todos”, afirmou um funcionário da organização ao Globo. Além de Bolsonaro, os ministros Ernesto Araújo, das Relações Internacionais; Paulo Guedes, da Economia; e Sérgio Moro, da Justiça e Segurança Pública, não compareceram à entrevista.

O cancelamento teria ocorrido por “comportamento antiprofissional da imprensa”, conforme foi dito por um assessor de Bolsonaro. Minutos depois, porém, outro pessoa da comitiva brasileira afirmou que a coletiva havia sido cancelada para poupar o presidente, pois sua agenda estava muito cheia.

Não se sabe ao certo o que houve, mas não está descartada a possibilidade do cancelamento ter sido motivado pela reação da imprensa internacional ao discurso de abertura de Bolsonaro, ocorrido na tarde da última terça-feira, 22.

A coletiva de imprensa era uma das programações mais importantes desta quarta-feira no Issue Briefing Room de Davos. O evento estava previsto desde a quarta-feira da semana passada, 16.

Fontes:
O Globo-Bolsonaro cancela coletiva de imprensa em Davos
Exame-Bolsonaro cancela de última hora entrevista coletiva em Davos
Folha de São Paulo-Bolsonaro cancela entrevista em Davos e culpa comportamento da imprensa

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Almanakut Brasil disse:

    Tem que cancelar mesmo, principalmente para jornalista de esquerda e da Globo, varrer a sujeira de 2003 para cá, com picuinha de Flávio Bolsonaro, que é um problema do Rio de Janeiro, o problema crônico do Brasil.

    Globo, Faliu de S.Paulo, Grupo Abril e demais heranças malditas do Regime Militar, que vão juntas com seus anunciantes privada abaixo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *