Início » Internacional » Semana de trabalho de quatro dias da Microsoft eleva a produtividade
JAPÃO

Semana de trabalho de quatro dias da Microsoft eleva a produtividade

Unidade japonesa da Microsoft informou que teste com a jornada de quatro dias úteis reduziu custos e elevou a produtividade em 40%

Semana de trabalho de quatro dias da Microsoft eleva a produtividade
Experimento foi popular entre 92% da equipe pesquisada (Foto: Mike Mozart/Flickr)

A Microsoft Japan informou que suas vendas aumentaram em quase 40% durante um experimento em que a equipe trabalhou quatro dias por semana, sem ter o pagamento reduzido por isso. Os escritórios foram fechados a cada sexta-feira de agosto de 2019 e os funcionários em período integral receberam “licença especial”, que foi paga.

As reuniões eram restritas a um máximo de 30 minutos e as discussões online eram incentivadas como uma alternativa ao presencial.

‘Descanse com inteligência’

Uma pesquisa de 2017 sugeriu que quase um quarto das empresas japonesas tinha funcionários trabalhando mais de 80 horas extras por mês, geralmente sem remuneração. O experimento de verão da Microsoft, Work Life Choice Challenge 2019, foi popular entre 92% da equipe pesquisada após o evento. 

Durante o teste de um mês, o consumo de eletricidade foi reduzido em 23% e a impressão em papel em 59% em comparação com agosto de 2018, informou a Microsoft.

A gigante da tecnologia disse que planeja implementar um segundo desafio, mas não oferecerá a mesma “licença especial”. Os funcionários, no entanto, serão incentivados a tirar uma folga para “descansar com inteligência”, afirmou o documento.

Seis dias

Por outro lado, Jack Ma, co-fundador da gigante chinesa de compras online Alibaba, defendeu uma jornada de 12 horas úteis. Em abril de 2019, ele descreveu o padrão “996”, no qual os trabalhadores fazem turnos das 9h às 21h, seis dias por semana, como “uma bênção”. Um relatório encomendado pelo Partido Trabalhista no Reino Unido sugeria que uma semana de trabalho de quatro dias com horas limitadas seria “irrealista”.

“Embora algumas pessoas sejam obrigadas a trabalhar horas mais curtas do que desejam, a maioria das pessoas é obrigada a trabalhar mais horas do que deseja”, diz o relatório. lançado em setembro, disse. Muitos trabalhadores acham que trabalhar meio período ou reduzir seus dias significa que eles acabam tendo que espremer a mesma quantidade de trabalho no tempo que têm.

Leia também: A empresa australiana que baniu o trabalho às quartas-feiras
Leia também: Desenvolvedores chineses denunciam longas jornadas de trabalho
Leia também: Empresa neozelandesa adota jornada de quatro dias na semana

Fontes:
BBC-Microsoft four-day work week 'boosts productivity'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *