Início » Internacional » Senadores querem que CIA se explique por filme sobre Bin Laden
Estados Unidos

Senadores querem que CIA se explique por filme sobre Bin Laden

Trata-se do mais recente ataque em uma batalha política sobre as 'técnicas avançadas de interrogatório'

Senadores querem que CIA se explique por filme sobre Bin Laden
Filme 'Zero Dark Thirty' revela segredos sobre a caçada a Osama bin Laden (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Em uma carta enviada à CIA, três senadores dos EUA exigiram uma explicação da agência norte-americana de inteligência sobre o filme “Zero Dark Thirty”, que traz detalhes da caçada ao terrorista Osama bin Laden.

Leia também: Filme sobre caça a Bin Laden faz apologia da tortura?

Trata-se do mais recente ataque em uma batalha política sobre as “técnicas avançadas de interrogatório” — comparadas por alguns a tortura. No filme, cuja estreia está prevista para o dia 11 de janeiro nos EUA, um detido aparece sendo submetido a técnicas duras de interrogatório, e fica sugerido que tais métodos foram usados para localizar Bin Laden.

Acesso ‘inapropriado’ a material secreto

O diretor da CIA, Michael Morell, disse no mês passado, também em resposta a uma carta dos senadores, que parte das informações que levaram a Bin Laden “veio de detidos submetidos a técnicas avançadas, mas também houve várias outras fontes”.

Na última quarta-feira, 2, a agência de notícias Reuters divulgou que o comitê de Dianne Feinstein, presidente do Comitê de Investigação do Senado e uma das autoras da carta enviada à CIA, está revendo registros da agência sobre suas interações com os cineastas responsáveis pelo filme “Zero Dark Thirty”, a fim de descobrir se lhes foi permitido acesso “inapropriado” a material secreto.

Fontes:
Terra - Senadores dos EUA aumentam pressão sobre CIA por filme de Bin Laden

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *