Início » Internacional » ‘Serial killer’ é aceito na prestigiosa Universidade de Oslo
Noruega

‘Serial killer’ é aceito na prestigiosa Universidade de Oslo

Responsável pela morte de 77 pessoas em 2011, Anders Breivik vai estudar em sua cela depois de ser admitido no curso de ciências políticas da universidade

‘Serial killer’ é aceito na prestigiosa Universidade de Oslo
Anders Breivik vai estudar em sua cela e não terá contato com outros alunos (Foto: Jon-Are Berg-Jacobsen/AFP/Getty Images/ Flickr)

Anders Breivik, o “serial killer” norueguês, foi admitido na mais antiga e ilustre universidade de seu país. Ele vai estudar em sua cela, onde cumpre 21 anos de prisão por matar 69 estudantes em um acampamento em 2011, depois de explodir uma bomba em Oslo que matou oito pessoas. Breivik, que vai estudar ciências políticas, não terá contato com funcionários ou outros estudantes da universidade.

Breivik se candidatou à Universidade de Oslo em 2013, mas foi recusado por não ter as qualificações necessárias. Desde então, ele vem fazendo cursos na prisão e, agora, ele cumpriu os critérios para realizar a matrícula.

Todos os prisioneiros noruegueses têm o direito de estudar. Basta conseguir passar nos processos de seleção das universidades.

No curso de ciências políticas, Breivik aprenderá sobre democracia e justiça, pluralismo e respeito pelos direitos humanos, minorias e suas liberdades fundamentais, de acordo com o reitor da universidade, Ole Petter Ottersen. O regulamento da prisão impede que ele acesse recursos digitais de aprendizado ou se comunique com outros estudantes pela internet.

Professores da universidade que não se sentirem confortáveis para ensiná-lo também podem se recusar, disse Ottersen. “Mesmo que haja muitas opiniões a esse respeito, professores e funcionários sabem que nós temos que seguir as regras”. Ele disse ainda que negar a Breivik o seu direito de estudar seria “complicado”.

“A última coisa que faríamos é criar uma lei separada para Breivik. Ser admitido em uma universidade é um direito pessoal quando eles são qualificados, e negar esse direito é o equivalente a uma punição adicional, o que não é o papel da universidade.”

O diploma de ciência política da universidade consiste em nove matérias, cinco das quais são seminários compulsórios, portanto Breivik poderá começar o curso, lendo os materiais didáticos das matérias, mas não poderá se formar até cumprir sua pena em regime fechado.

Lisbeth Kristie Røyneland, que perdeu a filha de 18 anos Synne no massacre de Utøya, disse: “Para nós é irrelevante se ele está na cela lendo ficção ou estudando um livro de ciência política”. Lisbeth é a líder do grupo nacional de apoio aos sobreviventes do ataque.

Quatro anos depois do atentado de 22 de julho de 2011, o acampamento de verão Utøya irá reinaugurar em agosto com números recordes de inscritos.

Fontes:
The Guardian-Anders Breivik enrolled on Oslo University political science course

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *