Início » Internacional » Site da Malaysia Airlines é hackeado pelo ‘Pelotão do Lagarto’
Ataque cibernético

Site da Malaysia Airlines é hackeado pelo ‘Pelotão do Lagarto’

Grupo que se diz representante do ‘cibercalifado’ posta ‘avião não encontrado’ no site da empresa

Site da Malaysia Airlines é hackeado pelo ‘Pelotão do Lagarto’
Imagem de lagarto de smoking foi colocada no site da companhia aérea (Reprodução/Source/The Guardian)

O site da Malaysia Airlines foi hackeado nesta segunda-feira, 26, por um grupo que fez alusão aos jihadistas do Estado Islâmico. Os hackers afirmaram fazer parte do “Lizard Squad” (Pelotão do Lagarto, em tradução livre), um grupo conhecido por outros ataques de negação de serviço. Esse tipo de ataque sobrecarrega um site a partir do excesso de pedidos de acesso.

A primeira página do site foi substituída por uma imagem de um lagarto de smoking. Abaixo da figura há a mensagem: “hackeado pelo Pelotão do Lagarto – Cibercalifado oficial”. Já acima da imagem está escrito “404 – avião não encontrado”, uma aparente referência ao sumiço, no ano passado, do voo MH370 com 239 pessoas a bordo. A mídia reporta que em algumas regiões a mensagem incluía a frase “ISIS vai prevalecer”. A companhia área não falou sobre o assunto.

O Pelotão do Lagarto é um grupo de hackers que já causou estragos no mundo online antes, tendo assumido o crédito pelos ataques que derrubaram a Xbox Live, rede online da Microsoft, e a PlayStation Network da Sony, no mês passado.

Ciberterrorismo

O Estado Islâmico, um grupo mulçumano sunita extremista, tomou grandes áreas da Síria e do Iraque, onde declarou a criação de um “califado islâmico”. O grupo usa as mídias sociais para recrutar membros e espalhar suas mensagens. Acredita-se que exista uma ambição de fazer uma guerra cibernética contra o Ocidente. Ainda não se sabe o motivo de a Malaysia Airlines ser alvo de ataque.

No entanto, a preocupação aumentou no país, depois que muitos cidadãos se juntaram à causa jihadista no Oriente Médio. Na semana passada, autoridades da Malásia falaram que detiveram 120 pessoas suspeitas de serem simpatizantes do Estado Islâmico que planejavam viajar para a Síria.

Fontes:
The Guardian-Malaysia Airlines website hacked by 'Lizard Squad'

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *