Início » Internacional » Sobe para 30 o número de mortos em incêndio em Londres
TRAGÉDIA NO REINO UNIDO

Sobe para 30 o número de mortos em incêndio em Londres

Autoridades dizem que podem nunca conseguir identificar todas as vítimas

Sobe para 30 o número de mortos em incêndio em Londres
Segundo as autoridades, pelo menos 70 pessoas continuam desaparecidas (Foto: Twitter/Natalie oxford)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O número de mortos no incêndio do prédio residencial Grenfell Tower, em Londres, já subiu para 30 segundo a Polícia Metropolitana. As autoridades ainda disseram que podem nunca conseguir identificar todas as vítimas do prédio de 24 andares, que fica na zona oeste de Londres. A rainha Elizabeth II e o príncipe William visitaram nesta sexta-feira, 16, o local do incêndio e os centros voluntários de apoio montado para as vítimas. A primeira-ministra Theresa May visitou os feridos hospitalizados.

Os chefes de bombeiros dizem não ter expectativa de encontrar mais sobreviventes.  Além disso, acredita-se que muitas vítimas não possam ser identificadas. Especialistas compararam o incêndio com a tragédia das torres gêmeas, onde 40% das vítimas nunca foram identificadas. “Quando você tem um fogo que se mantém assim, é literalmente um inferno. Você tem um monte de corpos fragmentados e, às vezes, tudo o que resta são cinzas”, disse Peter Vanezis, professor de medicina forense da Universidade Queen Mary.

Segundo as autoridades, pelo menos 70 pessoas continuam desaparecidas. Seis dos 30 mortos já foram identificados, mas apenas o refugiado sírio Mohammed Alhajali, de 23 anos, teve o nome divulgado. Entre os 74 feridos, 24 ainda estão hospitalizados e 12 continuam em estado crítico.

Cerca de 600 pessoas, a maioria imigrantes muito humildes, viviam no prédio de 1974, que fica no rico distrito de Kensington e Chelsea. Ainda não se sabe a causa do incêndio, mas diante das pressões por explicações das autoridades, a primeira-ministra anunciou uma investigação pública completa. Ela ainda prometeu que vai reabrigar todos que perderam tudo no incêndio.

Em maio de 2016, foi concluída uma reforma de instalação de novo revestimento externo e sistema de aquecimento central. A obra custou 9,7 milhões de libras. A grande discussão é a suspeita de que este revestimento possa ter tido um papel importante na rápida propagação do fogo.

 

Fontes:
O Globo-Grenfell Tower: número de mortos sobe para 30; rainha visita moradores
Correio Braziliense-Grenfell Tower: um totem fúnebre no coração da Londres rica
The Guardian-Look at Grenfell Tower and see the terrible price of Britain’s inequality

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Markut disse:

    Inimaginavel esta trágica falha de previsão técnica,em plena Inglaterra e não em algum atrasado e longínquo país de terceiro mundo.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *