Início » Internacional » Socialistas em pé de guerra na França
Europa

Socialistas em pé de guerra na França

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Ségolène Royal perdeu a liderança do Partido Socialista francês para a prefeita de Lille, Martine Aubry, por uma diferença de 42 votos, mas denúncias de irregularidades durante a votação estão sendo investigadas por uma comissão especial interna.

Ségolène foi a candidata do PS francês derrotada nas últimas eleições presidenciais do país por Nicolas Sarkozy. A disputa vem expondo profundas cisões no seio do partido, e opositores dos socialistas já vinham dizendo que elas explodiriam. Martine, ex-ministra do Trabalho, foi a arquiteta da polêmica lei da jornada de 35 horas semanais na França.

Ségolène e Martine se acusam mutuamente de fraude. A primeira diz que as irregularidades decidiram a eleição a favor de sua adversária, tendo em vista a pequena margem da vitória. Já a segunda diz que sua vitória seria mais ampla não fossem as anormalidades identificadas durante a votação por seus militantes. Ségolène quer um nova eleição.

Fontes:
Guardian - Socialists investigate voting allegations after Ségolène Royal's narrow defeat

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Apolonio Prestes disse:

    Esses socialistas não sabem perder… e olha que a Ségolène tem experiência nisso…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *