Início » Internacional » Soldados israelenses são atacados em área palestina após usar o Waze
ROTA ERRADA

Soldados israelenses são atacados em área palestina após usar o Waze

Dois soldados que usavam o aplicativo como guia acabaram entrando em um dos mais voláteis campos de refugiados palestinos da Cisjordânia

Soldados israelenses são atacados em área palestina após usar o Waze
Waze negou ter responsabilidade no incidente (Foto: Flickr/joelCgarcia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Waze virou alvo de polêmica em Israel após dois soldados que usavam o aplicativo serem guiados a um campo de refugiados palestino na Cisjordânia, onde foram atacados com pedras e coquetéis molotov e tiveram o veículo incendiado.

Os soldados conseguiram fugir a pé. Uma operação montada para resgatar os soldados resultou em confronto e na morte de um jovem de 22 anos identificado como Omar Sajadiyya, além de deixar 12 feridos.

O ministro da Defesa israelense Moshe Ya’alon culpou o aplicativo pelo incidente. “Os soldados, aparentemente, estavam usando o Waze. Eu aprendi há muito tempo a viajar com a  ajuda de um mapa de verdade, a conhecer a área ao redor e a não depender muito de tecnologias que podem fazer o usuário se perder”, disse o ministro.

O Google, que em 2013 comprou o aplicativo, negou que ele tenha responsabilidade no incidente. Em comunicado, a empresa informou que o aplicativo, que foi criado em Israel, tem um programa que identifica e previne usuários israelenses de passar por áreas controladas por palestinos. “No caso em questão, o programa estava desativado. “Para completar, o motorista desviou da rota sugerida e, como resultado, entrou em uma área proibida”, disse o comunicado.

Fontes:
Financial Times-Google App led Israeli troops into clash

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *