Início » Vida » Comportamento » Streaming de vídeos ao vivo é a nova moda entre os chineses
INTERNET NA CHINA

Streaming de vídeos ao vivo é a nova moda entre os chineses

As autoridades chinesas estão tentando reprimir a transmissão de vídeos ao vivo na internet

Streaming de vídeos ao vivo é a nova moda entre os chineses
Autoridades tentam controlar a tendência popular (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Quase todos os dias Wang Leyu exibe sua imagem em vídeos durante cinco horas e, às vezes, a noite inteira. Enquanto fala com a câmera sobre sua vida, canta ou dança, os espectadores escrevem mensagens nos smartphones que aparecem em sua tela. Ocasionalmente, um ícone brilhante na tela mostra que um fã pagou para lhe enviar um adesivo virtual como dica.

Wang (ou “bboylele” para os fãs) é um jovem universitário de 18 anos, que aderiu à última moda no mundo virtual na China: streaming de vídeo ao vivo, ou zhibo.

Entre os inúmeros aplicativos para escolher, os três mais populares, Douyu, YY e Yingke, têm milhares de usuários registrados. Os internautas que transmitem vídeos online em tempo real divertem e informam seus seguidores de diversas maneiras. Mas a maioria são mulheres jovens que exibem vídeos enquanto paqueram, cantam e dançam.

Essa nova moda é um sucesso entre os chineses. As autoridades, sempre atentas à comunicação online, também assistem aos vídeos. Em abril, o Ministério da Cultura iniciou uma investigação para descobrir se o streaming de vídeo ao vivo “causava dano moral à sociedade”. No mês de maio proibiu o comportamento sensual em sites de streaming, inclusive a forma “sedutora” de comer bananas.

Essa proibição destinou-se a evitar a transmissão de vídeos com conteúdo pornográfico ou ilegal. Porém é provável que as autoridades também tivessem a intenção de impedir que as pessoas discutissem assuntos políticos delicados.

Fontes:
The Economist-China’s netizens love sharing live video of themselves

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *