Início » Gráfico » Taxa de desemprego na Europa
crise europeia

Taxa de desemprego na Europa

Uma medida mais ampla piora ainda mais o retrato do desemprego na Europa

Taxa de desemprego na Europa
Espanhóis fazem fila em frente a uma agência de empregos (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

As taxas de desemprego geralmente incluem aqueles que estão procurando emprego sem sucesso. Essa medida ignora muitos que estão parcialmente desligados do mercado de trabalho, embora muitos desses estejam dispostos a trabalhar.

As pessoas que se enquadram nessa categoria podem estar disponíveis para trabalhar, ainda que não estejam procurando emprego, ou elas podem estar procurando emprego, mas não conseguem começar prontamente. Juntos, estes somam 17,8 milhões na União Europeia. Isso torna a medida ampla de desemprego duas vezes maior que sua taxa oficial em alguns casos. Somente a Itália tem 4 milhões desses trabalhadores inativos. Os dados de desemprego europeus, que já estão ruins, ficam muito piores quando esse grupo é levado em conta.

Fontes:
The Economist-The undeployed

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *