Início » Vida » Ciência » Tecnologia capaz de substituir genes é alvo de debate nos EUA
AMEAÇA BIOLÓGICA

Tecnologia capaz de substituir genes é alvo de debate nos EUA

Nova tecnologia genética substitui um gene por outro, e pode comprometer o processo de evolução. Em mãos erradas, ela pode ser bem perigosa

Tecnologia capaz de substituir genes é alvo de debate nos EUA
Pesquisadores falam dos riscos de a tecnologia 'gene drive' ajudar na criação de uma arma biológica (Foto: Pixabay)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Usar a tecnologia genética para fazer com que mosquitos se tornem resistentes ao parasita da malária, por exemplo, pode ser uma conquista e tanto. Mas os avanços da ciência têm também seu lado negativo. Exemplo disso é a tecnologia genética chamada “gene drive”, que substitui um gene por outro, e tem a capacidade de comprometer o processo de evolução ao espalhar, rapidamente, um novo gene na população. Em mãos erradas, essa tecnologia pode ser bem perigosa.

Na última quinta-feira, 19, uma reunião organizada pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos discutiu a regulamentação do gene drive. Os pesquisadores falaram dos riscos de a nova tecnologia ajudar na criação de uma arma biológica, já que é uma forma rápida e barata de espalhar uma toxina letal, por exemplo.

Esta reunião foi uma das seis que já ocorreram sobre o assunto. No entanto, Amesh Adalja, especialista em biossegurança da Universidade de Pittsburgh, EUA, fez uma ressalva importante ao site Stat: “Se um lobo solitário (apelido dado a extremistas que agem sozinhos) ou um grupo terrorista está trabalhando nisso, a regulamentação não vai fazer diferença alguma”.

Os cientistas, por outro lado, precisam ser cuidadosos. Eles não querem uma reação pública negativa como a que envolveu os organismos geneticamente modificados.

Fontes:
Quartz-This could be the next weapon of mass destruction

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    A frase COMPROMETER O PROCESSO DE EVOLUÇÃO deixa transparecer a existência de um design inteligente, o que é totalmente refutado pelo mundo acadêmico, pois aventa a possibilidade de a vida não ser obra do acaso, algo iniciado por uma descarga elétrica sobre a SOPA PRIMEVAL. Estaria a VIDA em melhores mãos se fosse deixada ao acaso? A intervenção inteligente do fruto mais inteligente da SOPA ou CALDO PRIMORDIAL não parece ser uma opção mais inteligente do que o acaso? Ou a ACADEMIA está se rendendo à teoria do INTELLIGENT DESIGN?

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *