Início » Internacional » A teologia errática de Donald Trump
UM CRISTÃO ÀS AVESSAS

A teologia errática de Donald Trump

Em sua corrida pela Casa Branca, Trump se declara um americano de valores cristãos. Porém, seu discurso expressa exatamente o contrário

A teologia errática de Donald Trump
Trump mostra desprezo pelos fracos e vulneráveis (Foto:)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Semanas atrás, o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, se reuniu com centenas de cristãos evangélicos. Logo após o encontro, James Dobson, um dos mais influentes líderes evangélicos dos EUA e conselheiro de campanha de Trump, declarou que o candidato “aparenta ser inclinado às coisas do espírito”. Diante de tal declaração, vale a pena questionar: qual a teologia de Donald Trump?

De todas as descrições de Trump feitas durante a campanha eleitoral, a de Dobson pode ser a mais mentirosa. Trump vai contra tudo previsto no conceito cristão sobre os frutos do espírito santo, como a bondade, a paciência, a lealdade e o autocontrole. Tais características dificilmente podem ser associadas a Trump.

Por várias vezes o candidato republicano expressou desprezo em relação àqueles que ele considera fracos e vulneráveis – perdedores, no vocabulário de Trump. Isso inclui pessoas com deficiência, pessoas que ele considera feias e aqueles que ele vê como politicamente fracos.

O que Trump realmente admira é a força. Para ele, o valor de uma pessoa está diretamente ligado ao seu sucesso global e, acima de tudo, seu poder. Essa é uma obsessão da qual Trump nunca parece estar livre. A palavra “poder” é mencionada infinitas vezes em seus discursos.

A reflexão sobre a teologia de Trump é importante em um momento em que ele é um possível futuro presidente dos EUA. A filosofia cristã defende a dignidade humana e o acolhimento de estranhos. É sobre lutar pela justiça, dispensar a glória e ser um agente conciliador em um mundo problemático. O que Trump defende vai contra tudo isso.

Fontes:
The New York Times-The Theology of Donald Trump

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. ceiça alles disse:

    Trump deve imaginar que ir à Igreja todos os domingos mostra que é cristão…

  2. Mário disse:

    O problema não é Trump, se vocês repararem quem falou que ele é “inclinado as coisas do Espírito” foi um dos mais influentes líderes cristãos dos EUA, o tal ai do James Dobson, que com certeza deve ter ganhado um bom dinheiro para falar isso em mídia nacional.
    Porque Trump nunca expressou que é ou não é um cristão, quem falou isso foi James Dobson! -_-
    Esses líderes que se dizem “cristãos”, mas na verdade são é lobos, estão se tornando cada dia mais cara de pau… e fora que a igreja batista emergente e algumas outras só falam disso, de poder, de riquezas e tudo que está ligado ao dinheiro tem Deus no meio. #HipocrisiaPura

  3. willian disse:

    EU acho que muitos sao inosentes
    munipulados pelo a midias impocrita e mentirosa.
    O DONALD TRUMP pode ser tudo isso mais e melhor que hillary cliton que e lesbica foi dormi quamdo os soldados de bengasa estavam sendo atacados morerao americanos e ela foi pra casa dormi mentirosa verdeu os secredos do eua por dinheiro finansiada por ditaduras eslamica que puni cristaos ate com a morte nao preserva os valores cristaos a verdade liberta a mentira escravisa

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *