Início » Internacional » Teria Berlusconi arruinado a Itália para sempre?
A divina comédia

Teria Berlusconi arruinado a Itália para sempre?

Durante seu governo, Berlusconi se comportou como um barão egocêntrico, negligenciando problemas que até hoje afetam o país

Teria Berlusconi arruinado a Itália para sempre?
Berlusconi tentará se eleger pela quarta vez primeiro-ministro italiano (Reprodução/AFP)

Karl Max ensinou que a história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa.  No caso da Itália, tragédia e farsa parecem andar juntas desde a ascensão de Berlusconi ao cargo de primeiro-ministro italiano, em 1994.

Em meio a implantes capilares, festas “bunga bunga” e desastres diplomáticos, um dos maiores países da Europa teve sua economia paralisada por seu mais rico cidadão. Porém, ao mesmo tempo em que demonstrou ser incapaz de governar o país, Berlusconi provou ser capaz de impedir que qualquer outra pessoa o governe. Recentemente, o ex-primeiro-ministro declarou que irá disputar sua sexta corrida eleitoral no intuito de ser eleito pela quarta vez primeiro-ministro italiano.

Leia também: Mario Monti deve deixar cargo de premier
Leia também: Berlusconi pode voltar à política
Leia também: A maldição de Silvio Berlusconi

A notícia pode deixar estrangeiros surpresos. Principalmente se levarmos em conta sua saída conturbada do cargo em dezembro de 2011, quando deixou a Itália em meio a escândalos de corrupção. Contudo, fica mais fácil de entender a volta de Berlusconi quando compreendemos que, na verdade, ele nunca saiu.

A destituição do ex-primeiro-ministro e a ascensão de Mario Monti não afetaram o partido Povo da Liberdade (de Berlusconi), que continua sendo o maior da Itália. O governo de Monti se manteve estável graças ao apoio tácito do Povo da Liberdade, o que mostra que Berlusconi vinha fazendo um jogo duplo durante todo o tempo. Enquanto seu partido apoiava Monti, sua rede de televisão RAI (a maior da Itália) atacava o governo do atual primeiro-ministro.

Berlusconi justifica sua volta como uma forma de proteger o partido, mas as chances de ser eleito são remotas. A grande maioria do eleitorado italiano não confia em Berlusconi e apenas uma pequena porcentagem de 17% continua fiel ao ex-primeiro-ministro. “Os italianos não acreditam mais em milagres”, declarou Gianfranco Fini, ex-aliado de Berlusconi.

Quando Berlusconi chegou ao poder, em 1994, a Itália estava afundada em uma dívida maior que o PIB e a economia do país estava em declínio. Berlusconi se apresentou como uma espécie de Margareth Thatcher, capaz de salvar o país. Contudo, ao ser eleito, comportou-se como um barão egocêntrico de intenções corruptas, fazendo da democracia italiana um sultanato. Após quase 20 anos, os problemas do país continuam sem solução e ainda mais sérios.

Se a trajetória de Berlusconi é uma tragédia ou uma farsa, não se sabe. Mas a verdade é que sua presença foi e continua sendo um desastre para a Itália.

Fontes:
The New Republic-Has Silvio Berlusconi Ruined Italy Forever?

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *