Início » Internacional » Termina a Guerra Civil Espanhola
Espanha

Termina a Guerra Civil Espanhola

Em 28 de março de 1939, as tropas republicanas em Madri se renderam após terem resistido a poderosos ataques por quase três anos

Termina a Guerra Civil Espanhola
A superioridade militar do General Franco foi decisiva para a vitória sobre a Frente Popular (Reprodução/AP)

O cenário político na Espanha antes da Guerra Civil era dividido em duas frentes políticas: a Frente Nacionalista, conservadora e com ideais nacionalistas e fascistas e a Frente Popular, que pertencia ao partido Republicano, com ideias socialistas, comunistas e anarquistas. Em 1936, com a vitória da Frente Popular nas eleições os conflitos começaram.

A Frente Nacionalista acusava a Frente Popular de tentar iniciar uma revolução comunista e era acusada de planejar um golpe de estado. As diferentes ideologias dentro do governo republicano dificultavam a implementação das reformas prometidas. Os líderes industriais e comunitários não confiavam que a Frente Popular conseguiria manter a ordem. As milícias trabalhistas e nacionalistas competiam e o caos se instalava no país.

O início da Guerra Civil foi marcado pelo assassinato de José Calvo Sotelo, deputado e líder da direita monarquista, por milícias republicanas. Dias depois, com o comando de Franco, general do exército, aconteceu o golpe de estado. Logo a Espanha ficou divida entre as duas frentes políticas. Algumas regiões como Navarra, Castilha, Galícia, partes da Andalucía e Aragon ficaram sob o comando de Franco. Já as mais ricas e industrializadas como Madri, Valencia e Barcelona ficaram sob controle republicano.

O exército nacionalista era apoiado pela Alemanha e pela Itália enquanto os republicanos receberam apoio da União Soviética. A superioridade militar do General Franco foi decisiva para a vitória sobre a Frente Popular. Em 1939, as tropas nacionalistas entraram em Barcelona e, no dia 28 de março, as tropas republicanas em Madri se renderam após terem resistido a poderosos ataques por quase três anos.

A Guerra Civil deixou cerca de 400 mil mortos e milhares de prédios destruídos. A rena per capita do país reduziu 30% e fez com que a Espanha entrasse em uma estagnação econômica que se prolongou por quase trinta anos.

Fontes:
Terra-A Guerra Civil na Espanha - 1936 - 1939
Eurochannel-A Guerra Civil Espanhola (1936-1939)

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Onde tem comunista tem problemas.
    Além disso, onde já se viu um partido republicano com ideias socialistas, comunistas e anarquistas?
    Só podia dar no que deu.
    Enquanto esses desgraçados não desistirem de empurrar o comunismo goela abaixo dos povos não comunistas haverá muitas mortes.
    400.000 mortos para evitar o comunismo. Um horror desnecessário se não tivesse havido a praga de Karl Marx.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *