Início » Internacional » Tesouro do século X é encontrado na Alemanha
DESCOBERTA

Tesouro do século X é encontrado na Alemanha

Peças pertenciam ao rei Haroldo I e foram descobertas por um menino de 13 anos e um arqueólogo amador

Tesouro do século X é encontrado na Alemanha
O tesouro teria sido escondido depois que o rei Haroldo I perdeu uma batalha contra seu filho (Foto: AFP)

O menino Luca Malaschnitschenko, de 13 anos, e seu professor René Schön, um arqueólogo amador, encontraram, na Alemanha, um tesouro enterrado datado do século X. As peças foram encontradas em janeiro, mas a descoberta foi mantida em segredo até que uma equipe de arqueólogos pudesse escavar o local.

As peças pertenciam ao rei Haroldo I, que governou partes da região escandinava – Dinamarca, norte da Alemanha, partes da Noruega e o sul da Suécia -, e era conhecido como Blåtand, que significa “homem notável de tez escura”. Traduzida para o inglês, a palavra Blåtand se tornou Bluetooth, termo que foi usado por empresas de tecnologia para nomear a rede conexão sem fio, em homenagem aos esforços do rei Haroldo I para conectar tribos.

“Esse tesouro é o maior achado de moedas do Bluetooth na região sul do Mar Báltico e, portanto, é de grande importância”, afirmou Michael Schirren, arqueólogo responsável pelas escavações, que foram feitas em uma área de 400 m², em Scharapode. O local fica a poucos quilômetros de onde foi descoberto, no século XIX, um conjunto de 16 peças de ouro da mesma época.

O tesouro teria sido escondido depois que o rei Haroldo I perdeu uma batalha contra o seu próprio filho Sueno I, em 986, e fugiu para a Pomerânia, onde morreu um ano depois. Entre as peças, foram encontrados broches, colares trançados, perolas, anéis, moedas de prata e um martelo. Apesar da maioria do tesouro ser do século X, as peças mais antigas são de 714.

“Este é um caso incomum de uma descoberta que parece corroborar com o que as fontes históricas dizem”, explicou o arqueólogo Detlef Jantzen.

O rei Haroldo I ficou muito conhecido por ter sido em seu reinado que a Dinamarca começou a ser unificada e convertida ao cristianismo, rejeitando a crença viking, que era dominante na região.

Fontes:
BBC-Menino de 13 anos encontra tesouro de mil anos enterrado na Alemanha

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *